Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Astrônomos descobrem 'estaleiro' de galáxias a 11 bilhões de anos-luz da Terra (FOTO)

© Foto / SHARDSImagem do projeto SHARDS mostra formação de galáxias
Imagem do projeto SHARDS mostra formação de galáxias  - Sputnik Brasil, 1920, 28.10.2021
Nos siga no
Uma equipe internacional de astrônomos relatou a descoberta de uma estrutura que poderia ser um protoaglomerado de galáxias, em seu caminho para se transformar em um superaglomerado.
Localizado a 11 bilhões de anos-luz da Terra, o protoaglomerado surgiu quando o Universo tinha três bilhões de anos, quando as estrelas eram produzidas em maiores quantidades em certas regiões do cosmos, informa o portal Phys.org.
Segundo os especialistas, parece que nem mesmo as galáxias gostam de estar sozinhas. Na verdade, há algum tempo que os astrônomos sabem que as galáxias tendem a se reunir em grupos ou aglomerados, apesar da natureza desse processo ter permanecido uma questão em aberto na cosmologia.
Em um artigo publicado na revista científica Astronomy & Astrophysics, uma equipe internacional de astrônomos relata a descoberta de objetos que parecem ser uma acumulação emergente de galáxias em formação, conhecidas como protoaglomerado.
"Esta descoberta é um passo importante para atingir nosso objetivo final: compreender a formação de aglomerados de galáxias, as estruturas mais maciças que existem no Universo", disse Brenda Frye, professora associada de Astronomia no Observatório de Astronomia da Universidade do Arizona, nos EUA, e coautora do estudo.
"Ainda sabemos muito pouco sobre os protoaglomerados, em parte porque eles são muito fracos, demasiado fracos para serem detectados pela luz óptica", explicou Frye, citada pela mídia.
© Foto / ESA/Herschel e XMM-Newton; NASA/Spitzer; NAOJ/; Grande Telescópio Binocular; ESO/VISTA; Polletta et al. 2021; Koyama et al. 2021Protoaglomerado G237 está localizado a 11 bilhões de anos-luz da Terra, e em seu interior se encontram várias galáxias maciças sendo formadas
Protoaglomerado G237 está localizado a 11 bilhões de anos-luz da Terra, e em seu interior se encontram várias galáxias maciças sendo formadas - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Protoaglomerado G237 está localizado a 11 bilhões de anos-luz da Terra, e em seu interior se encontram várias galáxias maciças sendo formadas
Descoberto inicialmente pelo telescópio Planck, da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), este protoaglomerado apareceu de forma proeminente na região de ondas infravermelho, distante do espectro eletromagnético.
Liderada por Mari Polletta, do Instituto Nacional de Astrofísica (INAF, na sigla em italiano) em Milão, na Itália, a equipe conduziu várias observações utilizando o poder combinado do Grande Telescópio Binocular no Arizona, e do Telescópio Subaru, no Japão. Como resultado, a equipe conseguiu identificar 63 galáxias pertencentes ao protoaglomerado G237.
"Você poderia imaginar protoaglomerado de galáxias como a G237 como um estaleiro de galáxias, no qual galáxias maciças estão sendo formadas", comenta Frye.
O protoaglomerado da G237 parece estar formando estrelas a uma taxa dez mil vezes superior à da Via Láctea, de acordo com os autores do estudo. A esse ritmo, é esperado que o protoaglomerado em causa utilize rapidamente seu combustível estelar e, posteriormente, instale-se em um sistema complexo semelhante ao superaglomerado de Virgem.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала