Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

AUKUS: Austrália e EUA vão dedicar quase US$ 200 milhões em ajuda financeira ao Sudeste Asiático

© AFP 2021 / ADAM TAYLOR/Escritório do Primeiro-ministro australianoPrimeiro-ministro Scott Morrison durante cúpula virtual da ASEAN.
Primeiro-ministro Scott Morrison durante cúpula virtual da ASEAN. - Sputnik Brasil, 1920, 27.10.2021
Nos siga no
As principais nações do Sudeste Asiático, incluindo Indonésia e Malásia, expressaram preocupação com a aliança AUKUS, dizendo temer que a ação do bloco vai piorar a situação de segurança na região.
A Austrália se comprometeu a enviar mais de dez milhões de doses de vacinas contra a COVID-19 e US$ 94 milhões (aproximadamente R$ 523 milhões) em ajuda financeira às nações do Sudeste Asiático para evitar "desafios complexos e emergentes" na região.
Tentando aliviar o descontentamento de algumas nações na zona, o primeiro-ministro australiano Scott Morrison afirmou nesta quarta-feira (27) que a aliança AUKUS, entre Austrália, Reino Unido e EUA, "não muda o compromisso da Austrália com a ASEAN [sigla inglesa da Associação de Nações do Sudeste Asiático] ou a perspectiva da ASEAN no Indo-Pacífico, na verdade, ela [a aliança] o reforça", citado pela agência The Japan Times.
"A AUKUS não muda o compromisso profundo e de longa data da Austrália com a não proliferação nuclear. A Austrália não quer, e não buscará, armas nucleares, como tenho certeza de que farão todos os membros da ASEAN", disse Morrison durante a 16ª cúpula da ASEAN, que decorre desde terça-feira (26) em formato de videoconferência, sob presidência de Brunei.
O primeiro-ministro australiano acrescentou que AUKUS reforça o apoio que Camberra tem para uma arquitetura regional liderada pela ASEAN e que a Austrália continua profundamente comprometida com a lei internacional e com a "ordem baseada em regras que sustentam a segurança regional".
O fundo de US$ 94 milhões será direcionado para a recuperação econômica após a pandemia do novo coronavírus, terrorismo, crime transnacional, segurança energética, transição para tecnologias de emissões mais baixas e economia circular.
© Sputnik / Yevgeny PaulinPresidente russo Vladimir Putin durante seu discurso na 16ª cúpula da ASEAN, 27 de outubro de 2021
Presidente russo Vladimir Putin durante seu discurso na 16ª cúpula da ASEAN, 27 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Presidente russo Vladimir Putin durante seu discurso na 16ª cúpula da ASEAN, 27 de outubro de 2021

EUA também enviarão ajuda

Na terça-feira (26), o presidente dos EUA, Joe Biden, dirigiu-se aos líderes da ASEAN, o primeiro presidente dos EUA a fazê-lo desde 2017, reforçando o compromisso de Washington com a região em meio à crescente influência da China. Todavia, Biden não mencionou Pequim em seu discurso.
"A relação entre os EUA e a ASEAN é vital, vital para o futuro de um bilhão de pessoas do nosso povo [...]. Nossa parceria é essencial para manter um Indo-Pacífico livre e aberto, que tem sido a base de nossa segurança e prosperidade compartilhadas por muitas décadas", afirmou o presidente norte-americano.
De acordo com a Casa Branca, Biden deve anunciar US$ 102 milhões (R$ 566 milhões) em ajuda a nações da região Indo-Pacífico nesta quarta-feira (27).
© AP Photo / Susan WalshPresidente Joe Biden fala em Washington, em 21 de outubro de 2021
Presidente Joe Biden fala em Washington, em 21 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Presidente Joe Biden fala em Washington, em 21 de outubro de 2021

AUKUS malvisto

O primeiro-ministro australiano tem enfrentado críticas desde o anúncio da aliança AUKUS, em 15 de setembro.
A Malásia e a Indonésia indicaram que os membros da ASEAN podem apresentar uma declaração conjunta que elaborará uma "resposta compartilhada dos países-membros ao AUKUS". Esses países temem que a centralidade e a unidade da ASEAN possam estar em risco devido ao envolvimento de uma potência maior na região.
A ASEAN é formada por Brunei, Camboja, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar, Filipinas, Cingapura, Tailândia e Vietnã.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала