Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 26 de outubro

© AFP 2021 / ANDREW CABALLERO-REYNOLDSPresidente Joe Biden fala durante um evento em Nova Jersey, EUA, 25 de outubro de 2021
Presidente Joe Biden fala durante um evento em Nova Jersey, EUA, 25 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 26.10.2021
Nos siga no
Bom dia! A Sputnik Brasil está acompanhando as matérias mais relevantes desta terça-feira (26), marcada pelo questionamento da Petrobras ao governo sobre privatização da empresa, pela participação de Biden da cúpula da ASEAN, a primeira em vários anos para um presidente americano, e pelo tiroteio em um centro comercial em Idaho.

Renan pede expulsão de Bolsonaro de redes sociais

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros, junto com os membros do grupo majoritário da comissão, decidiu incluir no relatório final um pedido de banimento do presidente Jair Bolsonaro das redes sociais. O documento deve ser votado pelo colegiado hoje (26). A proposta de medida cautelar deve ser encaminhada ao STF. A ideia de exclusão do chefe do Executivo surgiu após sua declaração em live semanal, onde ele associou a vacina contra a COVID-19 à Aids. Na sequência de suas alegações, o Facebook e Instagram tiraram o material de suas plataformas no domingo (24). Na noite da segunda-feira (25), o YouTube também bloqueou a live do presidente e suspendeu seu canal por uma semana. "Bolsonaro reincide a cada dia, faz questão de cometer os mesmos crimes. Não muda", comentou Renan Calheiros sua decisão. Entretanto, o Brasil confirmou mais 202 mortes e 7.573 casos de COVID-19, totalizando 605.880 óbitos e 21.734.889 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.
© REUTERS / Adriano MachadoPresidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, Brasília, 25 de outubro de 2021
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, Brasília, 25 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, Brasília, 25 de outubro de 2021

Petrobras questiona governo federal sobre existência de estudos para privatização

Nesta segunda-feira (25), a Petrobras anunciou que questionou o governo se existem ou não estudos para privatização da petroleira. A indagação veio após notícias de que o Planalto estuda um projeto de lei sobre a venda de ações da empresa. O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra, contou à Reuters que existem estudos a respeito do assunto, mas assegurou que a decisão ainda não foi tomada: "Primeiro precisamos avançar com os Correios". Mais cedo, na manhã desta segunda-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro confirmou, em entrevista para uma rádio de Mato Grosso do Sul, que a privatização da Petrobras "entrou no radar" do Planalto, mas admitiu que não se trata de um processo imediato. O ministro da Economia Paulo Guedes fez acentos à privatização da estatal, durante um evento no Palácio do Planalto, e sugeriu "pensar ousadamente" sobre a empresa.
© REUTERS / Diego VaraLogo da Petrobras no Rio Grande do Sul, 25 de outubro de 2021
Logo da Petrobras no Rio Grande do Sul, 25 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Logo da Petrobras no Rio Grande do Sul, 25 de outubro de 2021

Biden será 1º presidente dos EUA a participar da cúpula da ASEAN em 4 anos

Hoje, terça-feira (26), o presidente americano Joe Biden tomará parte da cúpula virtual da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN, na sigla em inglês), que inclui dez nações dessa região. Esta será a primeira vez em quatro anos em que Washington vai se envolver em alto nível nos assuntos do bloco, que vê como chave para sua estratégia contra a China. O encontro virtual dos líderes da Associação vai durar três dias sob a presidência de Brunei. Além de Biden, da cúpula virtual participarão os presidentes da Rússia, China e Coreia do Sul. Analistas dizem que o encontro do presidente americano com o bloco reflete os esforços de sua administração em envolver aliados e parceiros em um esforço coletivo para repelir a China, conforme a Reuters. Também é esperado que ele garanta ao bloco ASEAN que um recente foco dos EUA na cooperação com a Índia, Japão e Austrália no âmbito do formato chamado Quad, bem como em um acordo para fornecer à Austrália submarinos nucleares, não tem intenções de suplantar o papel central do ASEAN na região.
© REUTERS / Willy KurniawanBandeiras vistas for a do prédio do secretariado da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) na véspera do encontro dos líderes em Jacarta, Indonésia, 23 de abril de 2021
Bandeiras vistas for a do prédio do secretariado da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) na véspera do encontro dos líderes em Jacarta, Indonésia, 23 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Bandeiras vistas for a do prédio do secretariado da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) na véspera do encontro dos líderes em Jacarta, Indonésia, 23 de abril de 2021

Erdogan muda de ideia quanto a expulsão de embaixadores após escândalo diplomático

Nesta segunda-feira (25), o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, recuou em sua ameaça de expulsar os embaixadores de dez nações ocidentais por causa de seu apoio a um ativista detido, evitando uma potencial crise diplomática. "Nós acreditamos que esses embaixadores, que cumpriram seu compromisso com o artigo 41 da Convenção de Viena, agora serão mais cautelosos em suas declarações", disse o presidente turco durante discurso televisionado após uma reunião do gabinete em Ancara. Os enviados, inclusive dos EUA, Alemanha e França, exortaram na semana passada à liberação do filantropo Osman Kavala, que há quatro anos se encontra em uma prisão turca à espera de julgamento sob acusações que muitos acreditam serem infundadas. Os embaixadores dos Países Baixos, Canadá, Suécia, Finlândia, Dinamarca, Noruega e Nova Zelândia também se juntaram ao apelo. Isso provocou um escândalo diplomático. No entanto, o novo comunicado "mostra que eles deram um passo atrás na calúnia contra o nosso país", segundo as palavras de Erdogan.
© REUTERS / Murat Cetinmuhurdar/PPOPresidente turco Recep Tayyip Erdogan durante coletiva de imprensa após reunião do gabinete em Ancara, Turquia, 25 de outubro de 2021
Presidente turco Recep Tayyip Erdogan durante coletiva de imprensa após reunião do gabinete em Ancara, Turquia, 25 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Presidente turco Recep Tayyip Erdogan durante coletiva de imprensa após reunião do gabinete em Ancara, Turquia, 25 de outubro de 2021

Ordem de Biden vai levantar restrições de viagem e impor novos requisitos de vacinação nos EUA

Nova ordem do presidente Joe Biden vai introduzir novos requisitos de vacinação para viagem de estrangeiros aos Estados Unidos, já que as restrições impostas em 2020 estão expirando, revelou o Departamento de Estado americano nesta segunda-feira (26). De acordo com novas regras, todos os passageiros aéreos não imigrantes e não cidadãos americanos devem ser totalmente vacinados contra a COVID-19 e fornecer prova disso antes dos voos de embarque. Aqueles que não forem vacinados, incluindo os cidadãos dos EUA, serão obrigados a apresentar provas do teste negativo à COVID-19 feito no prazo de um dia, enquanto as pessoas que tomaram ambas as doses da vacina terão que mostrar um teste negativo tomado no prazo de três dias antes da partida. A Casa Branca também disse que os novos requisitos não vão afetar as crianças de menos de 18 anos e pessoas com alguns problemas médicos. Pessoas de países com taxas de vacinação nacionais inferiores a 10% também poderão ser excluídos das novas regras.
© AP Photo / John MinchilloPessoal da Administração de Segurança de Transporte observam protocolos de prevenção da transmissão da COVID-19 no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, Nova York
Pessoal da Administração de Segurança de Transporte observam protocolos de prevenção da transmissão da COVID-19 no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, Nova York - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Pessoal da Administração de Segurança de Transporte observam protocolos de prevenção da transmissão da COVID-19 no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, Nova York

Duas pessoas mortas durante tiroteio em centro comercial no estado de Idaho

Duas pessoas morreram na sequência de tiroteio no centro comercial Boise Towne Square Mall, na cidade de Boise, no estado americano de Idaho. A polícia confirmou a informação sobre seis pessoas feridas, entre as quais há funcionários das forças de segurança. Uma pessoa foi detida, segundo escreveu o Departamento Policial de Boise no Twitter. Os policiais cercaram as entradas do centro comercial e evacuaram todos os visitantes. Às pessoas foi pedido para evitarem a área do incidente. Não há informações indicando ameaças adicionais neste momento, disseram os policiais. A investigação do incidente está em andamento pela polícia local junto com agentes do FBI (Federal Bureau of Investigation) dos EUA.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала