Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Israel planeja começar 'em breve' preparações para atacar instalações nucleares do Irã, diz mídia

© AFP 2021 / JACK GUEZCaça israelense F-16
Caça israelense F-16 - Sputnik Brasil, 1920, 26.10.2021
Nos siga no
O jornal The Times of Israel informou nesta segunda-feira (25) que dispõe de informações sobre o plano de preparação para um possível ataque contra instalações nucleares do Irã.
De acordo com o jornal, alguns detalhes do plano estão atualmente na fase de "esboço" e podem estar prontos para serem executados na prática no início de 2022, enquanto as partes mais complexas da operação podem levar mais de um ano para serem "totalmente acionáveis".
As Forças de Defesa de Israel (FDI) devem abordar vários aspectos-chave dessa operação, incluindo o problema de conseguir atingir as instalações iranianas escondidas no subsolo, sobrevivendo à sofisticada e avançada rede de defesa antiaérea do Irã e preparando-se para as retaliações contra Israel e seus aliados em toda a região.
Além do mais, o artigo observa que os ataques aéreos contra alvos sírios, que Israel frequentemente afirma serem iranianos, também ajudam a Força Aérea israelense (FAI) a se preparar para uma operação contra o próprio Irã.
Por meio desses ataques secretos e ilegais, pilotos israelenses estão se familiarizando com alguns dos radares avançados, sistemas de mísseis e centros de comando que eles podem enfrentar no Irã.
"Devido a estas capacidades defensivas melhoradas da Síria e iranianas recentemente empregadas, nos últimos meses a FAI aprimorou seus métodos utilizando formações maiores com mais aeronaves para realizar ataques em mais alvos ao mesmo tempo em vez de realizar ataques mais frequentes usando formações menores", ressalta o jornal.
Na semana passada, a mídia israelense informou que as autoridades do país aprovaram um orçamento de US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 8,22 bilhões) para preparar o Exército para um possível ataque contra o programa nuclear do Irã.
Anteriormente, Aviv Kohavi, o chefe de Estado-Maior das FDI, afirmou que as forças estavam desenvolvendo novos "planos operacionais" para um poderoso ataque militar, e em agosto ele declarou que o progresso nuclear do Irã estimulou as FDI a "acelerar seus planos operacionais" com um novo orçamento, disse a mídia israelense.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала