Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Supermercados no Reino Unido usariam recortes de papelão para ocultar prateleiras vazias (FOTOS)

© REUTERS / Peter CziborraA woman wearing a face mask pushes a shopping cart at a Tesco supermarket in Hatfield, Britain October 6, 2020.
A woman wearing a face mask pushes a shopping cart at a Tesco supermarket in Hatfield, Britain October 6, 2020. - Sputnik Brasil, 1920, 24.10.2021
Nos siga no
Vários clientes têm relatado espaços nas prateleiras ocupados por alimentos falsos em lojas no Reino Unido em meio aos efeitos do Brexit e da pandemia da COVID-19, apesar de alguns relatos terem uma mensagem diferente.
Alguns supermercados no Reino Unido têm usado recortes de papelão de produtos alimentícios para esconder prateleiras vazias, escreveu na sexta-feira (22) o jornal The Guardian.
Imagens de laranjas para encher hoje (23) as prateleiras vazias na Tesco
Clientes relataram que viram fotos coloridas de espargos, cenouras, laranjas e uvas em lojas de varejo como a Tesco e a Sainsbury.
Tesco têm espargo falso esta manhã [22]
No entanto, alguns têm negado os relatos da falta de produtos.
Como se estivéssemos fazendo cosplay de um drama bizarro do período dos anos 1940 em que temos de experimentar o racionamento de bens básicos e, ao mesmo tempo, temos a chance de morrermos de repente, mas nenhum de nós se registrou para tal coisa e não temos permissão para sair.
Talvez você devesse fazer uma viagem ao meu Tesco local, não nos falta nada realmente, certamente não temos prateleiras vazias assim. Vocês os remoaners [termo depreciativo para apoiadores da permanência na União Europeia] parecem se molhar vendo uma prateleira parcialmente vazia e uma oportunidade de câmera.
A Tesco diz, citada por The Guardian, que tais imagens de produtos são tipicamente usadas em lojas maiores quando há espaço adicional.
O varejista corporativo multinacional acrescenta que as imagens de alimentos cobrindo as prateleiras vazias que normalmente têm os produtos nada têm a ver com a recente e alarmante escassez de produtos devido às interrupções na cadeia de suprimentos em todo o Reino Unido.
O país insular tem passado por uma escassez de caminhoneiros devido à pandemia da COVID-19 e à falta de mão de obra para transportar as mercadorias no Reino Unido após o Brexit, que entrou em efeito em 1º de janeiro de 2021.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала