Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ministro russo: Berlim deve entender consequências da militarização perto das fronteiras da Rússia

© Sputnik / Serviço de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia / Abrir o banco de imagensSergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, durante reunião conjunta dos ministros das Relações Exteriores e da Defesa, e secretários dos Conselhos de Segurança da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (CSTO) em Dushanbe, Tajiquistão
Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, durante reunião conjunta dos ministros das Relações Exteriores e da Defesa, e secretários dos Conselhos de Segurança da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (CSTO) em Dushanbe, Tajiquistão - Sputnik Brasil, 1920, 23.10.2021
Nos siga no
Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, criticou as declarações de Berlim de que os países ocidentais não se coibiriam de usar armas nucleares em caso de guerra com Moscou.
Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, respondeu à sua homóloga alemã, Annegret Kramp-Karrenbauer, sobre a ideia de conter a Rússia usando armas nucleares.
De acordo com o ministro, Berlim deve se lembrar das consequências da militarização perto das fronteiras da Rússia.
"No pano de fundo dos apelos por uma contenção militar da Rússia, a OTAN tem trazido constantemente as forças para perto de nossas fronteiras. A ministra da Defesa alemã deve saber muito bem como isto já terminou para a Alemanha e para a Europa", disse Shoigu.
Ele sublinhou que "a segurança na Europa só pode ser comum, sem prejudicar os interesses da Rússia".
© Sputnik / Evgeny Odinokov / Abrir o banco de imagensSergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, no centro, durante discurso em festival militar esportivo no polígono Alabino, região de Moscou, Rússia
Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, no centro, durante discurso em festival militar esportivo no polígono Alabino, região de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, no centro, durante discurso em festival militar esportivo no polígono Alabino, região de Moscou, Rússia
"No entanto, é a OTAN que não está pronta hoje para um diálogo igualitário sobre esta questão. Além disso, a implementação do plano da OTAN de 'contenção' no Afeganistão terminou em desastre, com o qual o mundo inteiro está agora lidando", acrescentou o ministro russo.
Na quinta-feira (21) Kramp-Karrenbauer, após ser questionada se a OTAN estava contemplando algum tipo de contenção da Rússia para as regiões do Báltico e do mar Negro, incluindo o espaço aéreo, com o uso de armas nucleares, disse que precisava deixar muito claro para Moscou que os países ocidentais estavam prontos para usar também esses meios.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала