Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Mídia publica primeiras FOTOS de submarino nuclear dos EUA após acidente no mar do Sul da China

© AFP 2021 / Mack Jamieson / Marinha dos EUASubmarino de ataque rápido norte-americano USS Connecticut, de classe Seawolf, na base naval Kitsap-Bremerton, Washington, 27 de maio de 2021
Submarino de ataque rápido norte-americano USS Connecticut, de classe Seawolf, na base naval Kitsap-Bremerton, Washington, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 23.10.2021
Nos siga no
Cerca de três semanas depois que o USS Connecticut (SSN-22) norte-americano embateu em um obstáculo desconhecido na área do Pacífico, surgiram as primeiras imagens do que aconteceu.
O portal The Drive publicou na sexta-feira (22) as primeiras fotos depois que o submarino nuclear USS Connecticut (SSN-22) dos EUA atingiu um objeto desconhecido no mar do Sul da China.
​Este é nosso primeiro olhar sobre o USS Connecticut após sua colisão subaquática:
Desde o acidente, que aconteceu em 2 de outubro, a Marinha dos EUA tem permanecido em silêncio ou sobre as causas do acidente. Até hoje, nenhuma imagem do submarino danificado apareceu, embora muitas imagens deturpadas afirmando mostrar os danos tenham aparecido nas redes sociais.
As fotos de satélite mostram o submarino ancorado na doca da Base Naval de Guam, um território norte-americano não incorporado, para onde o USS Connecticut seguiu após o choque. É a primeira vez que o submarino é visto desde o incidente.
A mídia afirma que as imagens de satélite de alta resolução foram tiradas na quarta-feira (20). Ao analisar vários fatores, como a largura da embarcação ou o sistema de propulsão, os especialistas afirmam com alta probabilidade que a embarcação mostrada é a que foi danificada no início do mês. Além disso, afirmam que a Frota do Pacífico dos EUA confirmou que o submarino ainda está no porto de Guam.
"Com base nas informações limitadas fornecidas pela foto do satélite, parece mais provável que a colisão tenha ocorrido bem abaixo da linha de água do submarino, na parte inferior de seu casco. Isto pode excluir uma colisão frontal ou uma colisão de cima", afirma o The Drive.
No entanto, permanece um mistério o que exatamente atingiu o submarino nuclear. A China exigiu até mesmo respostas das autoridades militares americanas sobre as circunstâncias em torno do incidente perto de suas águas territoriais.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала