Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

PF prende primo de Davi Alcolumbre durante investigação da relação de traficantes do Amapá com FARC

© Folhapress / Jose Lucena Policiais federais fizeram numa operação para cumprir mandado de prisão em uma comunidade no bairro do Sampaio, na Zona Norte do Rio de Janeiro (RJ). Os criminosos conseguiram fugir do local, 9 de agosto de 2021
 Policiais federais fizeram numa operação para cumprir mandado de prisão em uma comunidade no bairro do Sampaio, na Zona Norte do Rio de Janeiro (RJ). Os criminosos conseguiram fugir do local, 9 de agosto de 2021  - Sputnik Brasil, 1920, 20.10.2021
Nos siga no
Isaac Alcolumbre, ex-deputado e primo do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi preso nesta quarta-feira (20). O ex-parlamentar nega seu envolvimento no caso.
Nesta quarta-feira (20), uma operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) contra um grupo envolvido com tráfico internacional de drogas investiga a relação de traficantes do Amapá com integrantes das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), segundo a Folha de São Paulo.
Durante a operação batizada de Vikare, a PF prendeu Isaac Alcolumbre, primo do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP). Isaac já foi deputado estadual pelo Amapá, e, segundo a mídia, a apuração visa saber se o aeródromo de propriedade do ex-deputado dava apoio logístico para aeronaves utilizadas no tráfico de drogas.
Outra pessoa detida foi uma colombiana apontada por investigadores como elo do grupo com a guerrilha. No local, a PF encontrou armas durante as buscas realizadas com autorização da Justiça. 
Além de fornecer combustíveis de forma irregular, em quantidade muito acima da necessária para os voos, os aviões decolavam do aeródromo sem plano de voo e passavam por mudanças internas para transportar a droga.
​De acordo com o G1, o ex-deputado negou as acusações de tráfico de drogas completando que "não está envolvido em nada", e detalhou ainda que comunicou "por vezes" à polícia sobre suspeitas, porém não detalhou os crimes.
"Com relação a outras acusações das quais ainda não tenho informações faremos a defesa no momento oportuno. Tenho um hangar [aeródromo], onde recebo várias aeronaves diariamente, por vezes já comuniquei a polícia sobre suspeitas, inclusive proibido pouso e decolagem", afirmou.
Ainda segundo a mídia, a operação cumpriu 51 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Pará, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Ceará e Piauí.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала