Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Fotorrepórteres russos e turcos levam Grande Prêmio do Concurso Stenin 2021

© Foto / Sebnem Coskun / StenincontestNova Ameaça para a Vida Debaixo d'Água: Resíduos da COVID-19 (New danger to life below water: COVID-19 waste)
Nova Ameaça para a Vida Debaixo d'Água: Resíduos da COVID-19 (New danger to life below water: COVID-19 waste) - Sputnik Brasil, 1920, 18.10.2021
Nos siga no
Em cerimônia on-line preparada pelo Serviço de Imprensa da agência Sputnik, organizadora do concurso internacional de fotojornalismo Andrei Stenin, foi anunciado o vencedor do Grande Prêmio 2021.
Os organizadores do Concurso Internacional de Fotojornalismo Andrei Stenin anunciaram os vencedores do Grande Prêmio de 2021. Desta vez, dois trabalhos levaram o maior prêmio do concurso: a série "M+T" da fotógrafa russa Maria Gelman e a foto "Nova Ameaça para a Vida Debaixo d'Água: Resíduos da Covid-19" (New danger to life below water: COVID-19 waste, da repórter turca Sebnem Coskun. Os ganhadores do Grande Prêmio e outros laureados da lista curta foram anunciados no âmbito da cerimônia on-line transmitida desde o centro multimidiático da Sputnik, que organizou o concurso.
Os trabalhos que mereceram o Grande Prêmio usam a linguagem fotográfica para contar histórias profundas e sensíveis.
A série "M+T" conta o amor de um casal de idosos com síndrome de Down que moram na aldeia social de Svetlana (perto da cidade de São Petersburgo). Aquele lugar acolhe pessoas com necessidades especiais mentais e físicas, auxiliadas por tutores e voluntários. A ideia essencial da série, que Maria Gelman fotografou durante mais de um ano, foi a ideia do amor que não conhece fronteiras. A autora disse o seguinte, comentando a sua participação do concurso:
"Para mim, participar do concurso Andrei Stenin significa a possibilidade de atrair a atenção pública ao tema social da minha pesquisa, compartilhar a minha visão, a possibilidade de diálogo. Cada ano envio os meus trabalhos para este concurso, que tem um júri profissional internacional, porque é uma ótima plataforma de expressão, um apoio financeiro digno para os jovens fotógrafos e uma abordagem de qualidade da exposição dos vencedores".
A foto da fotógrafa turca Sebnem Coskun mostrando a mergulhadora Sahika Ercumen, participante do programa da ONU para proteção do mundo subaquático, mergulhando no Bósforo, também levou o Grande Prêmio. O seu trabalho tinha de ser especial, explica Sebnem:
"Eu tinha o objetivo de expressar a minha opinião e de destacar um problema. Tenho me dedicado por muitos anos à questão da contaminação dos mares por resíduos plásticos e por microplásticos. Antes da pandemia, nós já não conseguíamos lidar com a enorme quantidade de plástico no nosso ecossistema, e ele existe apenas há 60-70 anos. A fotografia foi feita no estreito de Bósforo. Eu pretendia buscar o lixo ao longo do processo de mergulho. Mas nem tive que procurar: ele estava em toda a parte".
Os outros laureados da edição de 2021 também foram anunciados na cerimônia. Conta a curadora independente, editora fotográfica, ex-diretora de Fotografia da versão alemã da revista GEO e membro do júri do Concurso Stenin Ruth Eichhorn:
"O ano de 2020 foi realmente inédito na história, e as razões são muitas. A maioria dos fotógrafos ficaram privados da possibilidade de viajar e, assim sendo, de terminar ou mesmo de começar os seus projetos e trabalhos. Por isso, as minhas esperanças eram mais modestas que o habitual. Porém, já as primeiras fotografias encheram-me de entusiasmo. O storytelling [narração de histórias. - ed.] será sempre relevante. A narração pode mudar e desenvolver-se, mas não vai morrer. Cada geração tem algo que contar. A fotografia é uma língua universal da nossa época, uma língua que não precisa de tradução".
Ruth também nota que "os trabalhos selecionados não são simplesmente um panorama dos acontecimentos mundiais. São uma viagem fotográfica, um puzzle visual em homenagem aos fotógrafos e ao seu ponto de vista".
O primeiro lugar na categoria "Notícias Principais" também foi compartilhado por dois participantes. Um deles é o fotógrafo Joshua Irwandi, da Indonésia, com a foto "O Preço Humano da COVID-19" (The human cost of COVID-19), um penetrante epitáfio visual a todas as vítimas da pandemia do coronavírus. O segundo é o indiano Chandan Khanna com a sua série "Cisma" (Dissent), que descreve os protestos em Minneapolis (EUA) na primeira metade de 2020.
© Foto / Chandan Khanna / StenincontestFoto da série Cisma (Dissent), que descreve os protestos em Minneapolis, EUA, na primeira metade de 2020. Segundo prêmio na categoria "Notícias Principais"
Foto da série Cisma (Dissent), que descreve os protestos em Minneapolis, EUA, na primeira metade de 2020. Segundo prêmio na categoria Notícias Principais - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Foto da série Cisma (Dissent), que descreve os protestos em Minneapolis, EUA, na primeira metade de 2020. Segundo prêmio na categoria "Notícias Principais"
O fotógrafo chinês Chang Xu levou o primeiro prêmio entre fotos singulares na categoria "O Meu Planeta" graças ao seu ornamento visual que apresenta o festival de esqui Vasaloppet China 2020. Já entre as séries, venceu a crônica de uma catástrofe humanitária inédita: "Invasão de Gafanhotos no Leste da África" (Locust invasion in East Africa), feita pelo espanhol Luis Tato, que já ganhou várias edições do Concurso Stenin, inclusive levando o Grande Prêmio de 2020.
© Foto / Chang Xu / StenincontestFestival de esqui Vasaloppet China 2020. Primeiro prêmio entre fotos singulares na categoria "O Meu Planeta"
Festival de esqui Vasaloppet China 2020. Primeiro prêmio entre fotos singulares na categoria O Meu Planeta - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Festival de esqui Vasaloppet China 2020. Primeiro prêmio entre fotos singulares na categoria "O Meu Planeta"
Na categoria esportiva, foi reconhecido como o melhor trabalho a foto "Parkour nas Ruínas" (Parkour on rubble) do repórter sírio Mouneb Taim. E a russa Darya Isayeva mereceu o primeiro lugar para séries fotográficas com o ciclo "Olimpíadas em Casa" (Home Olympics), uma sessão fotográfica à distância que mostra esportistas que não deixaram de treinar para as Olimpíadas, mesmo cumprindo o autoisolamento em casa, em meados do ano passado.
© Foto / Mouneb Taim / StenincontestParkour nas Ruínas (Parkour on rubble), o melhor trabalho na categoria esportiva
Parkour nas Ruínas (Parkour on rubble), o melhor trabalho na categoria esportiva - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Parkour nas Ruínas (Parkour on rubble), o melhor trabalho na categoria esportiva
Na categoria "Retrato. O Herói dos Nossos Tempos" os vencedores representam a Rússia e a Índia. O russo Sergei Bobylyov levou a melhor entre fotos singulares com o trabalho "Caras do Tempo" (Faces of the time), uma homenagem sincera aos médicos que salvam vidas durante a pandemia do coronavírus. Já o indiano Sharafat Ali fez a melhor série de fotos, dedicada à região de Caxemira: "Caxemira, Legado Disputado" (Kashmir: A disputed legacy). A lista completa dos vencedores da edição de 2021 está publicada no site stenincontest.ru/stenincontest.com. Na primeira metade de outubro, o bulevar Gogolevsky, no centro de Moscou, acolherá a exposição aberta dos melhores trabalhos do concurso.
© Foto / Sergei Bobylyov Caras do Tempo (Faces of the time), uma homenagem sincera aos médicos que salvam vidas durante a pandemia do coronavírus. A melhor foto na categoria "Retrato. O Herói dos Nossos Tempos"
Caras do Tempo (Faces of the time), uma homenagem sincera aos médicos que salvam vidas durante a pandemia do coronavírus. A melhor foto na categoria Retrato. O Herói dos Nossos Tempos - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Caras do Tempo (Faces of the time), uma homenagem sincera aos médicos que salvam vidas durante a pandemia do coronavírus. A melhor foto na categoria "Retrato. O Herói dos Nossos Tempos"
Conforme a tradição, o concurso previa prêmios especiais. Em 2021, três categorias tiveram vencedores adicionais: "Notícias Principais", "O Meu Planeta" e "Retrato. O Herói dos Nossos Tempos". As categorias foram patrocinadas por representantes da grande mídia internacional: o Shanghai United Media Group (SUMG), a holding mediática panárabe Al Mayadeen TV e também uma das maiores organizações humanitárias do mundo, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).
Os  parceiros escolheram os seguintes vencedores nas respetivas categorias: "O preço humano da Covid-19" (The human cost of COVID-19), de Joshua Irwandi, e a série "A Ferida Sangrenta da Europa" (Europe’s Bleeding Wound) de Aleksandr Yermochenko. Irwandi e Yermochenko receberam o prêmio especial do CICV "Por Fotografia Humanitária" na categoria "Notícias Principais".
© Foto / Joshua Irwandi / StenincontestO preço humano da COVID-19 (The human cost of COVID-19), um penetrante epitáfio visual a todas as vítimas da pandemia do coronavírus
O preço humano da COVID-19 (The human cost of COVID-19), um penetrante epitáfio visual a todas as vítimas da pandemia do coronavírus - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
O preço humano da COVID-19 (The human cost of COVID-19), um penetrante epitáfio visual a todas as vítimas da pandemia do coronavírus
A Al Mayadeen TV premiou a série de Patrick Juncker "Há Glória na Prevenção" (There is Glory in Prevention), na categoria "Retrato. O Herói dos Nossos Tempos", que retrata médicos que combatem a COVID-19. Entretanto a crônica "Invasão de Gafanhotos no Leste da África" (Locust invasion in East Africa), na categoria "O Meu Planeta", do espanhol Luis Tato mereceu o prêmio especial do SUMG.

Sobre o concurso

O concurso internacional de fotojornalismo Andrei Stenin, organizado pela agência de notícias Sputnik sob a égide da Comissão da Federação da Rússia para os Assuntos da UNESCO, visa apoiar os jovens fotógrafos e atrair a atenção pública para as tarefas colocadas perante o fotojornalismo contemporâneo. É uma plataforma para jovens fotógrafos, talentosos, sensíveis e abertos a tudo o que é novo, onde eles nos mostram as pessoas e os acontecimentos ao nosso redor.
Os patrocinadores midiáticos principais do concurso são: o canal televisivo estatal russo Kultura, o canal de televisão Moskva 24 e o portal de notícias vesti.ru.
Os parceiros midiáticos internacionais do concurso são: a agência de notícias e rádio Sputnik, o canal de televisão e portal RT, a agência de notícias Askanews, a holding midiática Independent Media, a agência de notícias Telam, a agência de notícias ANA, a holding Shanghai United Media Group (SUMG), o portal do jornal China Daily, o portal The Paper, a rede midiática Al Mayadeen, a agência de notícias Prensa Latina, o portal DBW.
O concurso é patrocinado também pelos seguintes parceiros profissionais: a União dos Jornalistas da Rússia, o portal YOung JOurnalists, o portal Russian Photo, o portal Photo-study.ru, a escola de fotografia Academia da Fotografia, o jornal Fotoargenta, o Clube de Fotojornalismo de Nova Deli, o jornal LF Magazine, o portal All About Photo, o jornal fotográfico EYE, o jornal Artdoc, o portal IPhoto Channel. A plataforma e festival PhotON é parceiro internacional do concurso.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала