Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Descoberta sensacional': achado esqueleto de homem que morreu fugindo da erupção do Vesúvio (FOTO)

© AFP 2021 / Andreas SolaroUma vista geral mostra o sítio arqueológico de Herculano em Ercolano, perto de Nápoles, com o vulcão do Monte Vesúvio ao fundo
Uma vista geral mostra o sítio arqueológico de Herculano em Ercolano, perto de Nápoles, com o vulcão do Monte Vesúvio ao fundo - Sputnik Brasil, 1920, 16.10.2021
Nos siga no
Arqueólogos italianos encontraram na antiga cidade romana de Herculano um esqueleto parcialmente destruído de um homem, quando este fugia para a praia após a erupção do vulcão.
Ao examinarem os restos da antiga cidade romana Herculano, que está perto de Pompeia e também foi soterrada pelas cinzas, os arqueólogos descobriram um esqueleto parcialmente destruído de um homem enterrado nas cinzas do vulcão Vesúvio de 79 d.C., de acordo com a agência Ansa.
Um homem de 40 a 45 anos morreu antes de poder chegar à praia, onde esperava encontrar abrigo. Uma onda de cinzas vulcânicas e gases atingiu o habitante da antiga cidade a poucos passos da água.
No mesmo local das últimas escavações das décadas de 80 e 90 do século XX foram encontrados os restos mortais de mais de 300 fugitivos amontoados, procurando refúgio enquanto esperavam o possível resgate pela frota de Plínio, o Velho.
Exclusivo da Ansa: descoberto em Herculano, o esqueleto do último fugitivo foi encontrado.
O ministro da Cultura italiano, Dario Franceschini, já chamou a descoberta de "descoberta sensacional".
"Os últimos momentos aqui foram instantâneos, mas terríveis", disse Francesco Sirano, o diretor do parque arqueológico de Herculano, citado pela Ansa.
Quanto à identidade do homem encontrado, Sirano sugeriu que poderia ser um salva-vidas, companheiro do oficial de Plínio que na década de 1980 foi encontrado a cerca de 20 metros deste ponto.
As escavações em Herculano têm sido realizadas nos últimos 25 anos. A cidade, junto com Pompeia, está incluída na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала