Vênus tinha oceanos? Cientistas refutam hipótese popular usando modelagem

© NASAVista do planeta Vênus
Vista do planeta Vênus - Sputnik Brasil, 1920, 15.10.2021
Nos siga noTelegram
Cientistas da Suíça e França refutaram a hipótese de que anteriormente Vênus era coberta por oceanos. Um novo estudo revela que mesmo no início, quando o Sol era mais fraco do que agora, a superfície do planeta era quente demais.
Pouco depois de seu surgimento há 4,5 bilhões de anos, a jovem Vênus, tal como a Terra, estava coberta por magma. Para formação de oceanos a temperatura da atmosfera deveria ter baixado para um nível em que a água pudesse se condensar e cair como chuva durante vários milhares de anos, como aconteceu na Terra.
O modelo climático apresentado pelos autores da pesquisa mostra que tal queda de temperatura poderia acontecer apenas se a superfície de Vênus fosse protegida da radiação solar por nuvens, segundo o estudo publicado na revista Nature.
Embora o Sol fosse 30% mais fraco do que agora, sem nuvens a temperatura não poderia baixar ao nível em que a água líquida pudesse se formar.
De acordo com os resultados de simulações, as nuvens se formavam apenas no lado noturno de Vênus, onde não podiam proteger a superfície do planeta da luz solar. Ao contrário, elas contribuíam para manter o calor na atmosfera densa devido ao efeito estufa.
"Nossa modelagem mostrou que as condições climáticas não permitiam que o vapor de água se condensasse na atmosfera de Vênus", disse o primeiro autor do estudo, Martin Turbet.
Os pesquisadores sublinharam que suas conclusões têm carácter teórico e as missões futuras para Vênus as confirmarão ou refutarão.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала