Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Venezuela já recebeu quase 4 milhões de doses da vacina russa EpiVacCorona, informa Rússia

© Sputnik / Aleksei Mayshev / Abrir o banco de imagensProdução da vacina russa EpiVacCorona anti-COVID-19 na fábrica da empresa farmacêutica Geropharm, na região de Moscou, Rússia
Produção da vacina russa EpiVacCorona anti-COVID-19 na fábrica da empresa farmacêutica Geropharm, na região de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 15.10.2021
Nos siga no
O vice-primeiro ministro da Rússia participou de uma comissão de alto nível russo-venezuelana, e relatou que a Venezuela deverá receber 3,85 milhões de doses da vacina EpiVacCorona anti-coronavírus.
O fornecimento da vacina russa EpiVacCorona para a Venezuela deve começar em um futuro próximo, disse na sexta-feira (15) Yuri Borisov, vice-primeiro ministro da Rússia.
"Desde o final de 2020, o lado russo forneceu 3,86 milhões de doses da vacina Sputnik V para a Venezuela, cerca de 60 mil pacotes do imunizante contra a COVID-19. As vacinas russas EpiVacCorona e Sputnik V foram registradas junto às autoridades reguladoras da Venezuela", disse Borisov durante uma comissão de alto nível russo-venezuelana em Moscou, Rússia.
"É simbólico que a Venezuela tenha se tornado o primeiro país estrangeiro a assinar um acordo para o fornecimento da EpiVacCorona. Esperamos passar à implementação prática deste projeto em um futuro próximo."
© Sputnik / Aleksei Mayshev / Abrir o banco de imagensProdução da vacina russa EpiVacCorona anti-COVID-19 na fábrica da empresa farmacêutica Geropharm, na região de Moscou, Rússia
Produção da vacina russa EpiVacCorona anti-COVID-19 na fábrica da empresa farmacêutica Geropharm, na região de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Produção da vacina russa EpiVacCorona anti-COVID-19 na fábrica da empresa farmacêutica Geropharm, na região de Moscou, Rússia
Borisov também revelou que estão sendo realizados suprimentos de vacinas contra influenza, insulina. Também está sendo considerada a produção de insulina russa na Venezuela, incluindo a entrega da tecnologia, informou o alto responsável russo.
A vacina EpiVacCorona foi registrada em outubro de 2020, ao mesmo tempo em que a produção do medicamento foi lançada, e é o segundo imunizante contra o SARS-CoV-2 criado na Rússia. No total, na Rússia há quatro imunizantes próprios contra a COVID-19.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала