Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Após ser excluída do programa F-35 pelos EUA, Turquia considera modernizar seus caças F-16

© Foto / Forças Armadas da TurquiaCaça F-16C Viper da Força Aérea da Turquia
Caça F-16C Viper da Força Aérea da Turquia - Sputnik Brasil, 1920, 12.10.2021
Nos siga no
A Turquia está considerando a possibilidade de expandir sua frota e atualizar aeronaves militares F-16 existentes, ao invés de adquirir os mais recentes caças norte-americanos F-35.
O acordo acabou sendo cancelado por Washington devido à compra dos sistemas de defesa antiaérea russos S-400 por Ancara, informou o porta-voz presidencial turco, Ibrahim Kalyn.
"Nossa primeira escolha é adquirir o F-35, e isto [compra de sistemas S-400] é o nosso direito. Se a crise com os EUA for superada, a Turquia entrará novamente no programa e nós receberemos nossos F-35. Se o problema não for resolvido, continuaremos a procurar alternativas [...]. A expansão da frota existente de F-16 e sua modernização podem ser consideradas alternativas. Dependendo das condições, uma decisão final será tomada com base em nossas necessidades", disse Kalyn em uma entrevista ao jornal Milliyet.
Ele acrescentou que a exclusão da Turquia do programa F-35 é "completamente ilegal e injusta", observando que Ancara já havia pago a Washington US$ 1,4 bilhão (cerca de R$ 7,6 bilhões) por sua participação no programa.
Em abril, os EUA notificaram oficialmente a Turquia sobre sua exclusão do programa, uma vez que Ancara comprou os sistemas de defesa antiaérea russos acima mencionados.
Atualmente, os sete parceiros restantes do projeto F-35 são o Reino Unido, Itália, Países Baixos, Austrália, Dinamarca, Canadá e Noruega.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала