Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

França não descarta cortes de energia para ilha Jersey do Reino Unido, diz Paris

© AFP 2021 / Sameer al-DoumyBarcos de pesca franceses deixam as águas de Jersey após protesto contra as restrições de pesca em frente ao porto de Saint Helier, ao largo da ilha britânica, 6 de maio de 2021
Barcos de pesca franceses deixam as águas de Jersey após protesto contra as restrições de pesca em frente ao porto de Saint Helier, ao largo da ilha britânica, 6 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 08.10.2021
Nos siga no
Clemente Beaune, secretário de Estado para Assuntos Europeus, afirmou que o Reino Unido não está cumprindo o acordo de pesca com a França assinado após o Brexit.
A França pode reduzir o fornecimento de energia à ilha britânica não incorporada de Jersey se Londres continuar ignorando os acordos sobre direitos de pesca, disse na sexta-feira (8) Clemente Beaune, secretário de Estado para Assuntos Europeus na França.
"O Reino Unido precisa que vendamos seus produtos, incluindo peixe. Eles precisam de nós em termos de eletricidade, serviços financeiros, centros de pesquisa [...] Podemos nos ajustar, reduzir a cooperação, se o Reino Unido continuar não cumprindo o acordo [sobre a pesca]", comentou Beaune à emissora BFMTV.
Uma das possíveis medidas de retaliação pode ser a redução das entregas de energia à ilha de Jersey, explicou o diplomata. No entanto, a França não desligará a eletricidade em toda a ilha neste inverno, acrescentou ele.
O secretário de Estado para Assuntos Europeus afirmou que "eles [Reino Unido] falharam com o Brexit. Foi uma má escolha" e argumentou que os pescadores franceses, cujos termos de pesca mudaram após a saída do Reino Unido da União Europeia no final de 2020, não devem pagar por essa ação. Ele também disse que a França reteria a exportação de peru no Natal.
No início desta semana, Jean Castex, primeiro-ministro da França, convidou a Comissão Europeia a monitorar rigorosamente o cumprimento dos compromissos assumidos pelo Reino Unido no âmbito do acordo sobre direitos de pesca. Ele não descartou que a cooperação bilateral com Londres possa ser revista se ela não aderir aos acordos pós-Brexit.
Paris ficou indignada com a recusa de Londres de emitir licenças de pesca suficientes para que os barcos franceses pudessem acessar as águas britânicas.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала