Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Desenterram em escavações na China fragmentos de seda e de álcool de 5.000 anos (VÍDEO)

© Foto / Enigma RecoveryGarrafa produzida na última dinastia da Era Ming, na China
Garrafa produzida na última dinastia da Era Ming, na China - Sputnik Brasil, 1920, 03.10.2021
Nos siga no
Pesquisadores descobriram durante escavações no sítio arqueológico de Yangshao – um dos locais mais importantes do período neolítico situado na província chinesa de Henan – vestígios de álcool e fragmentos de seda que datam de há mais de 5.000 anos.
Em colaboração com várias instituições chinesas e do exterior, incluindo a Universidade de Stanford e o Museu Nacional da Seda da China, arqueólogos detectaram resíduos de proteínas da seda em amostras de solo que continham ossos humanos e encontraram vestígios de bebidas alcoólicas feitas de grãos fermentados em uma garrafa de fundo afiado que remonta aos períodos médio e final da cultura Yangshao, revela agência Xinhua.
Li Shiwei, especialista responsável pelo local das escavações, disse que a descoberta de álcool antigo fornece evidências diretas da fabricação e consumo de álcool à base de grãos na área central de distribuição da cultura Yangshao.
De acordo com Liu Haiwang, chefe do Instituto Provincial de Patrimônio Cultural e Arqueologia de Henan, uma série de resíduos de seda encontrados nos últimos anos sugerem que os antepassados que habitavam no curso médio do rio Amarelo criavam bichos-da-seda e produziam este tecido há mais de 5.000 anos.
Além disso, foram achados pela primeira vez vários artefatos de jade, incluindo um machado de jade – um símbolo de poder militar.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала