Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pentágono cria grupo de destróieres para monitorar submarinos russos no Atlântico

© AP Photo / Marinha dos EUA / Raymond MaddocksUSS Donald Cook (DDG 75) participando de exercício naval (foto do arquivo)
USS Donald Cook (DDG 75) participando de exercício naval (foto do arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 28.09.2021
Nos siga no
EUA anunciaram a criação de um grupo de destróieres de que atualmente fazem parte os navios USS Thomas Hudner e USS Donald Cook. O grupo monitorará as ações subaquáticas da Rússia.
A Marinha dos EUA criou uma força-tarefa de destróieres para contrariar a atividade dos submarinos russos no Atlântico, segundo informou o portal USNI News do Instituto Naval dos EUA.
"Os navios estarão prontos para realizar a gama completa de missões, incluindo o monitoramento de ações subaquáticas da Rússia no Atlântico e a defesa marítima de nossa nação", declarou o comandante das Forças Navais de Superfície do Atlântico, Brendan McLane.
A força-tarefa foi nomeada Greyhound. Os navios serão baseados em Mayport (Flórida) e Norfolk (Virgínia) e serão colocados em prontidão de combate até junho de 2022.
Atualmente, os navios USS Thomas Hudner e USS Donald Cook fazem parte do grupo. Em janeiro de 2022, o USS The Sullivans, que agora faz parte de um grupo de porta-aviões do Reino Unido, se juntará à força-tarefa.
Mais tarde, quando o USS Thomas Hudner iniciar um período de manutenção, os destróieres USS Cole e USS Gravely se juntarão à força-tarefa Greyhound.
A força-tarefa foi criada por causa de decisão da Marinha dos EUA de se focar no Atlântico devido ao aumento da atividade dos submarinos russos.
"A ameaça estratégica para a pátria entrou em uma nova era e nossos concorrentes principais já colocaram e continuam desenvolvendo uma variedade de capacidades para manter o país em risco", disse McLane.
Os militares norte-americanos expressaram por várias vezes suas preocupações pelo "aumento das operações submarinas russas no Atlântico". Em 2018, a Segunda Frota dos EUA foi recuperada por essa razão.
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала