EUA apoiarão Austrália contra pressão da China, afirma secretário de Estado norte-americano

© REUTERS / Ken CedenoSecretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, no Departamento de Estado, Washington, EUA, 1º de julho de 2021
Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, no Departamento de Estado, Washington, EUA, 1º de julho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 16.09.2021
Nos siga noTelegram
Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA, disse que EUA se manterão do lado da Austrália ante pressão vinda da China.
A parceria de segurança trilateral entre a Austrália, os EUA e o Reino Unido, conhecida como AUKUS, deverá facilitar o compartilhamento de tecnologias relacionadas com segurança cibernética, inteligência artificial, sistemas subaquáticos e capacidades de ataque de longo alcance.
Washington também está determinado em ajudar Camberra a adquirir submarinos nucleares para expandir seu alcance e capacidades de defesa na região do Indo-Pacífico.
De igual modo, Blinken sublinhou sua preocupação relativamente ao uso de pressão econômica contra a Austrália por parte da China.

Sobre aliados 'atraiçoados'

Antony Blinken também comentou sobre França ter afirmado que a Austrália lhe deu uma "facada nas costas" relativamente ao negócio de submarinos.
"Damos as boas-vindas aos países europeus que desempenham um forte papel no Indo-Pacífico [...] a França é um parceiro importante nesse campo em muitas outras coisas, [e] nós damos valor fundamental a essa parceria", afirmou o secretário de Estado norte-americano.
Blinken, porém, não julga os atos de seu aliado, referindo apenas que deve ser a Austrália a responder por seu interesse em adquirir tecnologia submarina norte-americana.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала