Moscou insta EUA a confirmarem na prática intenções de reiniciar diálogo direto com Coreia do Norte

© AP Photo / Vincent YuPessoas tiram fotos em frente à bandeira da Coreia do Norte e dos EUA, em Hanói, Vietnã, 24 de fevereiro de 2019
Pessoas tiram fotos em frente à bandeira da Coreia do Norte e dos EUA, em Hanói, Vietnã, 24 de fevereiro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 01.09.2021
Nos siga noTelegram
A Rússia insta os Estados Unidos a confirmar na prática suas intenções de reiniciar o diálogo direto com a Coreia do Norte, disse em entrevista à Sputnik o vice-chanceler russo Igor Morgulov.
Anteriormente, durante sua visita a Seul em 23-25 de agosto, o vice-chanceler russo teve um encontro com o enviado especial para a paz e segurança na península coreana do MRE sul-coreano, Noh Kyu-duk, e o enviado especial norte-americano para a Coreia do Norte, Sung Kim.
"Esclareci os colegas de nossa posição de princípio sobre a ausência de alternativas a um caminho político-diplomático de regulação dos problemas da península Coreana, apontei para a contraprodutividade dos exercícios militares conjuntos EUA-Coreia do Sul, que ocorreram de 16 a 26 de agosto, para as perspectivas do processo de negociações", disse o diplomata russo.
"Entretanto, apoiei a intenção de Washington de reiniciar os contatos diretos com a Coreia do Norte sem condições preliminares, bem como as declarações dos americanos sobre a ausência de hostilidade a respeito de Pyongyang e a vontade de ponderar a questão do fornecimento de ajuda humanitária ao Norte", disse Morgulov.
"Ao mesmo tempo, dei a entender aos parceiros que, nas atuais condições de falta de credibilidade entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos, tais declarações devem ser fortalecidas por passos concretos. Como estímulo para reanimação do diálogo político poderiam servir exclusões do regime internacional de sanções na esfera humanitária e em outras áreas civis não ligadas, certamente, ao programa de mísseis nucleares", ressaltou o vice-chanceler.
Adicionalmente, Igor Morgulov propôs aos Estados Unidos e à Coreia do Sul restabelecer a discussão do roteiro russo-chinês para uma regulação integrada em torno da península da Coreia, ou seja, de um plano de ações em quatro dimensões: militar, política, econômica e humanitária.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала