- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

MP e TCU pedem investigação sobre gasto de dinheiro da Saúde com aviões que não voaram à Índia

© REUTERS / Amanda PerobelliAvião com remessa de doses da vacina da Pfizer contra o coronavírus chega ao aeroporto Viracopos, em Campinas (SP)
Avião com remessa de doses da vacina da Pfizer contra o coronavírus chega ao aeroporto Viracopos, em Campinas (SP) - Sputnik Brasil, 1920, 28.08.2021
Nos siga noTelegram
Governo brasileiro havia acordado com a Índia compra de dois milhões de doses da AstraZeneca e contratou aviões para o transporte, no entanto, as viagens para buscar os imunizantes nunca aconteceram.

Em janeiro, quando o Ministério da Saúde e a Fiocruz contrataram aeronaves para buscar dois milhões de vacinas da AstraZeneca na Índia, o trâmite para adquirir os imunizantes gerou um custo à Fiocruz de cerca de R$ 500 mil, com a Saúde também contratando um avião cujo valor pago no aluguel é desconhecido.

Entretanto, o governo indiano não liberou as doses e as viagens para o transporte de vacinas nunca ocorreram.

Diante desse fato, o Ministério Público (MP) e Tribunal de Contas da União (TCU) pediram investigação para averiguar se houve "gasto inútil de dinheiro público pelo governo federal", segundo a Folha de São Paulo.

O pedido é assinado pelo subprocurador-geral Lucas Furtado e também mira o suposto superfaturamento ou ato antieconômico na compra, de acordo com a mídia.

Atualmente, negociações de vacinas por parte do governo brasileiro estão na mira de várias linhas de investigação na CPI da Covid, por supostos casos de corrupção e superfaturamento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала