- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Para coibir fraudes e golpes, Banco Central anuncia mudanças no meio de pagamento Pix

© Foto / Marcello Casal Jr/Agência BrasilPix é o pagamento instantâneo brasileiro. Foto de arquivo
Pix é o pagamento instantâneo brasileiro. Foto de arquivo - Sputnik Brasil, 1920, 27.08.2021
Nos siga noTelegram
Na mudança mais importante, o limite de transferências entre pessoas físicas cairá para R$ 1 mil entre 20h00 e 6h00. O novo limite vale tanto para o Pix como para a liquidação de TEDs, cartões de débito e para transferências intrabancárias.

O Banco Central (BC) divulgou nesta sexta-feira (27) uma série de medidas para aprimorar o meio de pagamento Pix. O recurso, que ganhou grande adesão em todo o país, também tem sido ferramenta para realização de crimes.

Entre as medidas anunciadas, o Pix passará a ter um limite de transação de R$ 1 mil no período noturno, entre 20h00 e 06h00 para pessoas físicas e Microempreendedores Individuais (MEIs). A novidade também vale para transferências entre contas do mesmo banco, cartões de débito e liquidação de TEDs, reporta a agência Brasil.

Também será designado um prazo mínimo de 24 horas e máximo de 48 horas para a efetivação de pedido do usuário, feito por canal digital, para aumento de limites de transações com meios de pagamento (TED, DOC, transferências intrabancárias, Pix, boleto, e cartão de débito), impedindo assim o aumento imediato em situação de risco.

© Foto / Marcello Casal Jr/Agência BrasilEdifício do Banco Central, em Brasília, no dia 13 de abril de 2021
Para coibir fraudes e golpes, Banco Central anuncia mudanças no meio de pagamento Pix - Sputnik Brasil, 1920, 27.08.2021
Edifício do Banco Central, em Brasília, no dia 13 de abril de 2021

As instituições financeiras passarão a oferecer aos clientes a possibilidade de definir limites distintos de movimentação no Pix durante o dia e a noite, permitindo limites mais baixos no período noturno, informa a mídia.

A autoridade monetária ressaltou que os mecanismos de segurança no Pix e nos demais meios de pagamento não são capazes de eliminar por completo a exposição de seus usuários a riscos. "Mas com o trabalho conjunto do Banco Central, das instituições reguladas, das forças de segurança pública e dos próprios usuários, será possível mitigar ainda mais a ocorrência de perdas", diz a nota do BC.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала