Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Congressista apresenta projeto de impeachment de Biden por situação no Afeganistão

© REUTERS / Evelyn HocksteinPresidente dos EUA, Joe Biden, visita o Gabinete do Diretor de Inteligência Nacional, em McLean, Virgínia , Estados Unidos. 27 de julho de 2021
Presidente dos EUA, Joe Biden, visita o Gabinete do Diretor de Inteligência Nacional, em McLean, Virgínia , Estados Unidos. 27 de julho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.08.2021
Nos siga no
Congressista republicana apresentou ao Congresso três projetos de resolução para impugnar Biden, acusando o presidente da situação no Afeganistão, da crise na fronteira sul dos EUA e da moratória de despejo de inquilinos.

Na sexta-feira (20), a congressista republicana Marjorie Taylor Greene apresentou ao Congresso dos EUA logo três propostas de impeachment do presidente Joe Biden.

Um dos projetos de resolução prevê a destituição de Biden por ele ter supostamente deixado 10.000 norte-americanos à mercê do movimento Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários ouros países), segundo a congressista.

Além disso, Greene afirma que o presidente Biden violou as leis de imigração, permitindo uma crise na fronteira sul dos EUA, e se apropriou de poderes legislativos contrários à posição do Supremo Tribunal norte-americano, estendendo a moratória relativa ao despejo de inquilinos.

"Em sete curtos meses da presidência de Joe Biden, a América perdeu o respeito do mundo inteiro. As evidências são claras e suas ações são tão flagrantes que ele deve ser impugnado", afirmou Greene, de acordo com Forbes.

No entanto, sua iniciativa tem poucas chances de sucesso, já que as duas câmaras do Congresso são controladas pelo Partido Democrata, ao qual Biden pertence.

Greene tem promovido diversas teorias da conspiração, questionando o perigo do coronavírus e se opondo às medidas sanitárias, tendo a congressista sido bloqueada pelo Twitter várias vezes. Ela comparou o uso de máscaras com os horrores do Holocausto, mas depois pediu desculpas por suas palavras.

Anteriormente, o ex-presidente Donald Trump afirmou que é hora de Biden renunciar, porque é responsável pelo ocorrido no Afeganistão, pela subida drástica dos casos da COVID-19, pela catástrofe na fronteira do sul dos EUA e pela destruição da independência energética do país.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала