Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Embaixador russo em Cabul: governo do Afeganistão caiu como 'castelo de cartas'

© REUTERS / STRINGER / Abdul Khaliq Achakzai Pessoas com bandeiras do Talibã se movendo para o Portão da Amizade, posto de passagem na fronteira entre Paquistão e Afeganistão, cidade de Chaman, Paquistão, 14 de julho de 2021
Pessoas com bandeiras do Talibã se movendo para o Portão da Amizade, posto de passagem na fronteira entre Paquistão e Afeganistão, cidade de Chaman, Paquistão, 14 de julho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 16.08.2021
Nos siga no
As autoridades russas informam que captura de Cabul pelos talibãs (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) foi uma surpresa para a Rússia e que o poder afegão caiu como um castelo de cartas. A situação ocorrida é um resultado do fracasso dos EUA no país.

O governo no Afeganistão entrou em colapso e caiu como um castelo de cartas, disse o embaixador russo em Cabul, Dmitry Zhirnov.

"O Talibã entrou ontem na cidade. De fato, o governo entrou em colapso, caiu como um castelo de cartas", segundo o embaixador da Rússia.

Os representantes do movimento Talibã confirmaram que nem um único fio de cabelo cairá das cabeças dos diplomatas russos em Cabul e que os militantes já estão assegurando a segurança da embaixada russa em vez dos militares afegãos, informou o embaixador da Rússia.

"Nossa embaixada já está protegida pelo Talibã. Hoje ocorreu a transição: partiram os militares afegãos, aqueles militares das forças de segurança nacionais afegãs que nos protegiam. Agora são os talibãs. Eles mais uma vez reconfirmaram que nem um único fio de cabelo cairá das cabeças russas, que vocês podem trabalhar com calma", segundo Zhirnov.

Tomada de poder no Afeganistão

A tomada de poder pelo Talibã não é uma transferência de poder no Afeganistão em conformidade com determinados acordos, mas é o resultado do fracasso dos Estados Unidos no país, disse o representante especial do presidente russo e diretor do Segundo Departamento da Ásia da chancelaria da Rússia, Zamir Kabulov.

A captura de Cabul pelos talibãs foi uma surpresa, porque a Rússia considerava que o "Exército afegão, fosse ele como fosse, ainda resistiria por algum tempo", afirmou Kabulov.

A Rússia não se apressará a reconhecer ou não reconhecer as novas autoridades do Afeganistão, a situação depende do comportamento do Talibã, revelou o alto funcionário russo.

"Em primeiro lugar, ninguém pretende se apressar com isso. O reconhecimento ou não reconhecimento dependerá do comportamento das novas autoridades. Vamos observar atentamente com que responsabilidade eles governarão o país no futuro próximo. Como resultado, a liderança russa tirará as conclusões necessárias e tomará uma decisão", disse Kabulov.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала