EUA impõem sanções ao corretor de Omã e empresas que estariam contrabandeando petróleo iraniano

© AFP 2022 / - O petroleiro de bandeira iraniana Fortune atracou na refinaria de El Palito após sua chegada a Puerto Cabello, no estado de Carabobo, Venezuela, em 25 de maio de 2020
 O petroleiro de bandeira iraniana Fortune atracou na refinaria de El Palito após sua chegada a Puerto Cabello, no estado de Carabobo, Venezuela, em 25 de maio de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 13.08.2021
Nos siga noTelegram
Tesouro norte-americano sanciona empresas e corretor de Omã que teria facilitado tráfico de petróleo para o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica do Irã.

Nesta sexta-feira (13), o Departamento do Tesouro dos EUA impôs sanções contra o corretor de Omã, Mahmood Rashid Amur Al Habsi, outros indivíduos e empresas por seu suposto papel no contrabando de petróleo para o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês).

"Hoje, o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros [OFAC, na sigla em inglês] do Departamento do Tesouro dos EUA está designando indivíduos e empresas envolvidas em uma rede internacional de contrabando de petróleo que apoia o IRGG do Irã", disse o departamento.

Ainda segundo o órgão, "a ação da OFAC tem como alvo o corretor Mahmood Rashid Amur Al Habsi, que fez parceria com altos funcionários do IRGC e usou várias empresas para facilitar os embarques de petróleo iraniano para clientes estrangeiros, incluindo compradores no Leste Asiático".

As sanções incluíram negócios associados à Al Habsi, abrangendo sua empresa sediada em Omã, a Nimr International Llc.

Outra empresa, a Orbit Petrochemicals Trading Llc, também localizada em Omã, recebeu as mesmas sanções, pois teria facilitado as negociações de petróleo para ocultar o envolvimento do IRGC, segundo o Tesouro.

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, enfatizou que Al Habsi usou várias empresas em diferentes países.

"Duas dessas empresas estão sediadas em Omã e uma está registrada na Libéria. O corretor também controla uma empresa na Romênia. Al Habsi e essas empresas estão sendo sancionados de acordo com a Ordem Executiva 13224", afirmou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала