Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Estudo no Japão descobre ligação entre fumo e quantidade de anticorpos após vacinação

© REUTERS / Stephane MaheVacinação pela vacina Pfizer/BioNTech, França, junho de 2021
Vacinação pela vacina Pfizer/BioNTech, França, junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 10.08.2021
Nos siga no
Pesquisadores japoneses encontraram uma correlação entre fumar e os níveis de anticorpos nos vacinados com a vacina Pfizer.

Especialistas das universidades médicas Dokkyo e Jichi revelaram fatores dos quais depende a concentração de anticorpos após imunização, conforme a pesquisa publicada no portal de pré-impressões medRxiv.

Os autores do estudo recolheram amostras de 378 funcionários de saúde, 255 mulheres e 123 homens, três meses após eles terem recebido a segunda dose da vacina Pfizer, a fim de medir títulos dos anticorpos protetores contra SARS-CoV-2.

Ao analisar, os cientistas levaram em consideração o histórico médico, a idade e os maus hábitos.

Depois, os especialistas compararam as amostras de fumadores com voluntários que nunca fumaram.

Em resultado da análise, a concentração de anticorpos nos fumadores, independentemente do gênero, estava abaixo da norma em 140-250 pontos. Outro fator determinante foi a idade: nos participantes do estudo mais velhos foi observado um nível de IgG mais baixo.

Segundo disseram os imunologistas, deixar de fumar pode melhorar a eficácia individual da vacina: assim, os que deixaram esse mau hábito têm imunidade celular mais forte.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала