Maior cratera de meteorito no mundo de 100 mil anos é encontrada na China (FOTO)

© Foto / Pixabay / adegeCratera (imagem referencial)
Cratera (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 07.08.2021
Nos siga noTelegram
A cratera descoberta possui estrutura geológica circular, mede 1,85 quilômetro de diâmetro e tem profundidade de 579 metros.

Um grupo de cientistas encontrou na China a maior cratera deixada por um meteorito na Terra nos últimos 100 mil anos. A descoberta aconteceu a 19 quilômetros no noroeste da cidade de Yilan County, província de Heilongjiang, segundo informou nesta quinta-feira (5) o Global Times.

A descoberta foi publicada na revista Meteoritics & Planetary por cientistas do Instituto de Geoquímica de Guangzhou (China), da Academia de Ciências da China e da Universidade de Viena (Áustria).

A cratera de estrutura geológica circular mede 1,85 quilômetro de diâmetro e tem profundidade de 579 metros. Apenas o terço sul da borda da cratera foi erodido, enquanto outras seções da borda estão bem conservadas, com elevação máxima sobre o solo da cratera atual de 150 metros.

A descoberta está situada na cordilheira de Pequeno Khingan, uma das áreas florestais chinesas melhor conservadas. Tem forma de meia-lua, algo raro na Terra, explicou Chen Ming, pesquisador do Instituto de Geoquímica de Guangzhou e coautor do estudo.

Cientistas encontraram uma cratera de meteorito em forma de meia-lua em Heilongjiang no nordeste da China, com 1,85 quilômetro de diâmetro e 579 metros de profundidade, supostamente a maior cratera de meteorito na Terra em 100.000 anos.

A cratera Yilan se formou em um leito rochoso de granito do Cretáceo, no entanto, são necessários mais estudos para saber a data exata de sua formação, segundo mídia. Foram encontrados sinais de que no local houve um lago que desapareceu há 10 mil anos.

Cheng Ming afirmou que a descoberta pode fornecer novas evidências da presença de glaciares de baixa altitude na antiguidade no noroeste da China e também servir como um "laboratório de crateras naturais" para pesquisas futuras de planetologia e geologia.

É a segunda cratera descoberta na China. Em 2010, foi encontrada Xiuyan, na província de Liaoning localizada no nordeste da China, de 1.800 metros de diâmetros e uma profundidade de 150 metros.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала