EUA testam com sucesso míssil antirradar projetado para neutralizar sistemas russos

© AFP 2022 / Força Aérea dos EUAMísseis de cruzeiro AGM-158 JASSM são lançados dirante as manobras da Força Aérea dos EUA (foto de arquivo)
Mísseis de cruzeiro AGM-158 JASSM são lançados dirante as manobras da Força Aérea dos EUA (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 05.08.2021
Nos siga noTelegram
Marinha dos EUA anunciou a realização bem-sucedida do primeiro teste de fogo real do AGM-88G, seu avançado míssil guiado antirradar, segundo informa o comunicado emitido pela entidade militar americana.

O Comando de Sistemas Aéreos Navais afirmou que o míssil, também denominado de AARGM-ER, foi lançado de um caça-bombardeiro F/A-18E/F Super Hornet e cumpriu todos os objetivos do teste.

O principal objetivo de um míssil antirradar é destruir as fontes de emissão de ondas de rádio (radares, sistemas de interferência e transmissores de rádio), que são parte integrante dos sistemas de defesa antiaérea.

A Northrop Grumman, a principal empresa desenvolvedora do AGM-88G, emitiu um comunicado, no qual afirmou que o teste de fogo real ocorreu três meses antes do esperado e demonstrou a "capacidade de longo alcance do novo projeto de mísseis".

© Sputnik / Sergey Pivovarov / Abrir o banco de imagensSistemas de mísseis terra-ar S-300 Favorit do Distrito Militar do Sul durante exercícios militares com o 4º Exército Aéreo e de Defesa Antiaérea no polígono de Ashuluk, na região de Astrakhan.
EUA testam com sucesso míssil antirradar projetado para neutralizar sistemas russos - Sputnik Brasil, 1920, 05.08.2021
Sistemas de mísseis terra-ar S-300 Favorit do Distrito Militar do Sul durante exercícios militares com o 4º Exército Aéreo e de Defesa Antiaérea no polígono de Ashuluk, na região de Astrakhan.

O AGM-88G é projetado para ser lançado de aeronaves F/A-18E/F Super Hornet, aviões de combate EA-18G Growler, e a partir das três versões do caça F-35 (usadas no Corpo de Fuzileiros Navais, Força Aérea e Marinha).

Anteriormente havia sido relatado que o AARGM-ER estava sendo desenvolvido com base no AGM-88E – um míssil antirradar de alta velocidade, mas teria uma alcance entre 20% e 50% maior (até 154 ou 193 quilômetros).

Os AGM-88E, por sua vez, são destinados a destruir os radares dos sistemas de defesa antiaérea de um potencial inimigo, como os dos sistemas móveis de artilharia antiaérea russos Pantsir-S1 e complexos de defesa antiaérea S-300 e S-400.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала