Irã afirma controlar movimento de navios no golfo Pérsico após 2 ataques a petroleiros

© AP Photo / Vahid SalemiLancha do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica do Irã no golfo Pérsico (imagem de arquivo)
Lancha do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica do Irã no golfo Pérsico (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 04.08.2021
Nos siga noTelegram
O comandante da Marinha iraniana informou que o país está controlando todo o movimento de navios no golfo Pérsico e advertiu sobre "um golpe decisivo", caso uma embarcação inimiga viole suas fronteiras.

Na quarta-feira (4), o comandante da Marinha do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, Alireza Tangsiri, informou que o país está controlando todo o movimento de navios no golfo Pérsico após dois ataques contra navios-tanque na região.

"A segurança foi assegurada em todas as fronteiras marítimas ao longo do golfo Pérsico e do estreito de Ormuz [...] Estamos prontos para defender os interesses da República Islâmica [do Irã] até em águas longínquas [...] O inimigo sabe que seus movimentos estão sendo monitorados, e assim que as violar [fronteiras], mesmo sem intenção, receberá uma advertência séria e deve obedecê-la imediatamente, caso contrário receberá um golpe decisivo", declarou Tangsiri.

O comandante iraniano advertiu que o Irã não está brincando quando se trata da segurança de suas fronteiras e interesses.

A declaração foi feita após Israel, o Reino Unido e os EUA acusarem o Irã de estar envolvido no ataque de 29 de julho contra o navio-tanque Mercer Street, de propriedade japonesa, no estreito de Omã. O incidente resultou na morte de dois tripulantes, o capitão romeno e um segurança britânico.

Ontem (3), o serviço de informação sobre transporte marítimo Lloyd's List informou que o navio-tanque Asphalt Princess, de bandeira do Panamá, foi sequestrado nas águas internacionais no golfo de Omã, dirigindo-se depois rumo ao sultanato.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала