Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Contrapeso à China: Índia estaria secretamente construindo base naval nas Ilhas Maurício, diz mídia

© AP Photo / R. S. IyerNavio de guerra no oceano Índico
Navio de guerra no oceano Índico - Sputnik Brasil, 1920, 04.08.2021
Nos siga no
Marinha indiana está construindo uma nova base naval com uma pista de pouso e decolagem de 3 km na ilha de Agaléga, localizada cerca de 1.100 quilômetros a norte da ilha principal de Maurício, segundo uma investigação conduzida pela Al Jazeera.

O preço estimado do projeto completo é de aproximadamente US$ 250 milhões (R$ 1,29 bilhão).

A mídia alega que, como parte de um acordo entre a Índia e Maurício, o governo de Nova Deli concordou em desenvolver a infraestrutura para os 300 habitantes da ilha em troca do direito de implantar instalações militares.

O governo de Maurício, liderado pelo primeiro-ministro Pravind Jugnauth, negou alegações relativamente à construção de uma base militar indiana na ilha de Agaléga, afirma a mídia.

Em 2015, a Índia e Maurício assinaram um acordo que especificava a renovação da infraestrutura para melhorar a conectividade marítima e aérea da ilha.

"Ajudará muito na melhoria das condições dos habitantes desta ilha remota. Essas instalações reforçarão as capacidades das Forças de Defesa de Maurício na salvaguarda dos seus interesses na ilha Exterior" aponta o documento sobre o acordo.

​Cerca de 300 pessoas vivem na ilha mauriciana de Agaléga. A construção de uma nova pista de pouso está provocando temores de que estejam em curso planos de [construir] uma base militar [...] Eventos semelhantes que ocorreram em Diego Garcia na década de 1960 ainda permanecem vivos na memória.

Ex-oficial da Marinha indiana e antigo comandante regional da Guarda Costeira do país, Seshadri Vasan, disse à Sputnik que a base de Agaléga "está em construção" já há algum tempo.

O especialista, que é atualmente diretor do Centro de Estudos Chineses de Chennai, considera que tal base, quando estiver totalmente operacional, aumentaria a prontidão marítima da Marinha indiana na região do oceano Índico.

"Também serviria como um potencial contrapeso à China, que já tem uma base militar em Djibuti", opina o militar.

O ex-oficial acredita também que uma tal forte presença nas Ilhas Maurício garantiria que a pequena nação "não cairá na órbita de influência da China", depois de Pequim e Port Louis terem assinado um Acordo de Livre Comércio em dezembro do ano passado.

A Índia expressa preocupação de que a crescente influência do Exército de Libertação Popular da China representaria um desafio ao domínio da Marinha indiana em torno das Ilhas Maurício.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала