Cientistas da NASA revelam que sombras de rochas na Lua podem esconder água

© Foto / RoscosmosFoto da Lua tirada pela pequena sonda russa Aist-2D
Foto da Lua tirada pela pequena sonda russa Aist-2D - Sputnik Brasil, 1920, 03.08.2021
Nos siga noTelegram
Novo estudo de cientistas da NASA sugere que o terreno acidentado da Lua e as sombras que a acompanham podem esconder gelo de água.

Os cientistas ainda não entendem bem como a superfície lunar, aparentemente seca, pode esconder água. A Lua não tem atmosfera para regular a temperatura durante o dia, quando a superfície fica tão quente que a água pode ferver e, logo, evaporar. Pelo contrário, de noite (quando as temperaturas podem descer até -150ºC), a água pode congelar.

Pesquisas anteriores mostraram que existe água na superfície lunar no lado diurno, com temperaturas incrivelmente quentes.

"Estas observações foram, no início, contraintuitivas: a água não deve sobreviver naquele ambiente inóspito", disse o astrofísico Bjorn Davidsson do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA.

Entretanto, um estudo de 2009 descobriu que a quantidade de água muda dependendo da hora do dia. Há menos água antes do meio-dia na parte mais quente do dia, mas ela aumenta novamente à tarde quando esfria um pouco. Isto sugere que pelo menos parte da água circula - fervendo durante o dia e depois congelando novamente mais tarde.

Durante o novo estudo, os cientistas atualizaram seu modelo termofísico da Lua. Usaram as imagens do Programa Apollo, mostrando pedregulhos e crateras.

Os pesquisadores descobriram que o terreno acidentado criou sombras que permitiram que o modelo lunar mantivesse sua água e que a água se movesse à medida que o dia aquecia e esfriava novamente.

"A geada é muito mais móvel do que a água presa", disse Davidsson. "Portanto, este modelo fornece um novo mecanismo que explica como a água se move entre a superfície da Lua e a fina atmosfera lunar", afirmou o astrofísico.

Além disso, o novo estudo analisa o fenômeno da dessorção, tornando o modelo da Lua mais preciso. Os cientistas destacam que o modelo de temperatura da superfície lunar descrito na pesquisa ajuda a entender a presença e mudança de estado da água na Lua.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала