Faca de cabo e cinzel com punho de osso da Idade do Bronze são descobertos no Cazaquistão (FOTOS)

CC BY 2.0 / Brad Flickinger / Arqueologia
Arqueologia - Sputnik Brasil, 1920, 01.08.2021
Nos siga noTelegram
Uma equipe de arqueólogos descobriu uma faca com cabo e um cinzel originários da Idade do Bronze, de entre 2200 a.C. e 1450 a.C.

A descoberta ocorreu na província de Karaganda, no Cazaquistão, sendo assim o primeiro achado desta natureza feito no país da Ásia Central.

De acordo com as autoridades cazaques, os utensílios encontrados faziam parte de uma série de tumbas decoradas com ornamentos geométricos, desenterradas no parque histórico e arqueológico de Taldy, no centro do país.
© Foto / Serviços de imprensa da região de Akimat de KaragandaFaca de cabo da Idade do Bronze encontrada no centro do Cazaquistão
Faca de cabo e cinzel com punho de osso da Idade do Bronze são descobertos no Cazaquistão (FOTOS)  - Sputnik Brasil, 1920, 01.08.2021
Faca de cabo da Idade do Bronze encontrada no centro do Cazaquistão

Segundo Igor Kukushkin, arqueólogo pertencente à equipe de pesquisa, a faca descoberta é caracterizada por uma lâmina curva afiada de um lado e grossa do outro, o que indica seu uso doméstico, ao contrário de exemplares encontrados em outras escavações que têm uma lâmina de dois gumes.

Da mesma forma, foi desenterrado um cinzel especial para entalhar madeira, semelhante aos usados pelos carpinteiros de hoje, com o qual se suspeita teriam sido feitos vários utensílios de cozinha. No entanto, tem uma característica única de possuir seu cabo em osso, algo nunca antes visto em objetos desse tipo encontrados no Cazaquistão.
© Foto / Serviços de imprensa da região de Akimat de Karaganda O cinzel desenterrado tem a característica única de possuir seu cabo em osso, algo nunca antes visto em objetos desse tipo encontrados no Cazaquistão
Faca de cabo e cinzel com punho de osso da Idade do Bronze são descobertos no Cazaquistão (FOTOS)  - Sputnik Brasil, 1920, 01.08.2021
O cinzel desenterrado tem a característica única de possuir seu cabo em osso, algo nunca antes visto em objetos desse tipo encontrados no Cazaquistão

O material arqueológico recuperado, que inclui cerâmicas da época, colares, contas e pulseiras, entre outros elementos, já está sendo analisado no laboratório. Agora, é esperado que os resultados dos testes a que serão submetidos forneçam informações que ajudem os acadêmicos a entender melhor as civilizações que habitavam na zona há milhares de anos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала