Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Bolsonaro é internado por obstrução intestinal e transferido para São Paulo (FOTO)

© REUTERS / Adriano MachadoPresidente Jair Bolsonaro durante coletiva de imprensa após reunião no Supremo Tribunal Federal, Brasília, 12 de julho de 2021
Presidente Jair Bolsonaro durante coletiva de imprensa após reunião no Supremo Tribunal Federal, Brasília, 12 de julho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 14.07.2021
Nos siga no
O presidente Jair Bolsonaro será transferido para São Paulo, após ter sido internado nesta quarta-feira (14) no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, na sequência de dores abdominais na madrugada.

De acordo com a CNN Brasil, o governo federal informou que foi identificada uma obstrução intestinal, originada pelo atentado a faca ao presidente brasileiro em 2018. Deste modo, os médicos vão avaliar a necessidade de uma cirurgia de emergência.

O cirurgião gástrico Antonio Luiz Macedo, que acompanha a saúde de Bolsonaro desde o atentado, foi chamado a Brasília devido à internação do presidente, e também deve ficar responsável pela avaliação de seu quadro clínico após a transferência para São Paulo.

"Após exames realizados no HFA, em Brasília, o Dr. Macedo, médico responsável pelas cirurgias no abdômen do Presidente da República, decorrentes do atentado a faca ocorrido em 2018, constatou uma obstrução intestinal e resolveu levá-lo para São Paulo onde fará exames complementares para definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência", disse a nota do Ministério das Comunicações, citada pelo portal G1.

O ministro Luiz Eduardo Ramos, da Casa Civil, utilizou sua conta na plataforma Twitter para informar que Bolsonaro está bem, mas sob observação. 

Por causa da facada em 2018, o presidente do Brasil já teve de se submeter a quatro cirurgias, todas realizadas em São Paulo. A última delas aconteceu em setembro de 2019, quando Bolsonaro teve que corrigir uma hérnia (saliência de tecido) que surgiu no local das intervenções anteriores.

Momentos depois do governo confirmar a transferência do presidente para São Paulo, a página oficial de Twitter de Jair Bolsonaro publicou várias mensagens relembrando o atentado em 2018, relacionando o incidente com os partidos de oposição ao seu governo.

O presidente brasileiro agradeceu pelas orações de seus apoiadores, afirmando que é isso que o motiva "a seguir em frente e enfrentar tudo que for preciso para tirar o país de vez das garras da corrupção, da inversão de valores, do crime organizado, e para garantir e proteger a liberdade do nosso povo".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала