Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Brasil obtém 'reconhecimento' mundial regressando ao Conselho de Segurança da ONU, diz Bolsonaro

© AFP 2021 / Evaristo SáPresidente Jair Bolsonaro discursa durante anúncio de patrocínio de seleção olímpica pela Caixa Econômica Federal no Palácio do Planalto em 1º de junho de 2021
Presidente Jair Bolsonaro discursa durante anúncio de patrocínio de seleção olímpica pela Caixa Econômica Federal no Palácio do Planalto em 1º de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 15.06.2021
Nos siga no
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, comemorou nesta terça-feira (15) a eleição do país para uma posição rotativa do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

Para Bolsonaro, a escolha é "uma prova irrefutável do bom relacionamento" do país com o resto do mundo, informa O Globo.

A votação da Assembleia Geral da ONU para a escolha dos membros não permanentes do Conselho de Segurança para o biênio de 2022-2023 foi realizada na última sexta-feira (11).

O Brasil foi o único candidato do grupo que engloba a América Latina e o Caribe. Desde 2006 que os países dessa região têm a tradição de não competir para a candidatura, planejando antecipadamente entre si. 

A última participação brasileira no Conselho teve lugar entre 2010 e 2011, e sua intenção inicial era apresentar uma outra candidatura apenas para o biênio de 2033-2034, conta a mídia.

O Brasil é o primeiro país da América Latina e o 12º no mundo a participar do Conselho.

"Demonstra que o Brasil é um país que realmente tem uma admiração, tem reconhecimento, pelo mundo todo. Assim como nós temos por praticamente todos os países do mundo. Nós desejamos a mesma coisa, a paz, o progresso, o desenvolvimento. E podem contar com o povo brasileiro, podem contar com o governo federal, com nossas instituições", segundo o presidente.

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, enviou um vídeo parabenizando o Brasil por entrar no acordo, dizendo que as duas nações têm uma "longa história de cooperação em descobertas científicas".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала