Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Trump fala para Biden 'não dormir' durante encontro e manda 'saudações calorosas' a Putin

© REUTERS / Jonathan DrakeEx-presidente dos EUA Donald Trump durante seu discurso durante a convenção do Partido Republicano na Carolina do Norte
Ex-presidente dos EUA Donald Trump durante seu discurso durante a convenção do Partido Republicano na Carolina do Norte - Sputnik Brasil, 1920, 11.06.2021
Nos siga no
Em declaração, o ex-presidente dos EUA, Donald Trump desejou a seu sucessor, Joe Biden, boa sorte em seu encontro com o presidente Vladimir Putin, enviando "saudações calorosas" ao líder russo.

"Boa sorte a Biden ao lidar com o presidente Putin – não durma durante a reunião e, por favor, envie a ele minhas saudações mais calorosas!", escreveu Trump na quinta-feira (10) em uma publicação no Telegram.

A propósito a suposta ajuda russa à sua campanha em 2016, o ex-Presidente Donald Trump disse que confia mais em Vladimir Putin do que na comunidade dos serviços secretos norte-americanos.

O ex-presidente também compartilhou sua experiência positiva com o presidente russo durante o encontro em Helsinki, na Finlândia.

"Como presidente, eu tive um ótimo e produtivo encontro em Helsinki, Finlândia, com o presidente Putin da Rússia. Apesar do retrato tardio que as fake news fizeram do encontro, os Estados Unidos ganharam muito, incluindo o respeito do presidente Putin e da Rússia", declarou.

Putin e Biden vão se encontrar em Genebra no dia 16 de junho para discutir uma ampla gama de assuntos bilaterais, incluindo a estabilidade estratégica global, o controle de armas, o Nord Stream 2 e a Ucrânia.

Comentando o futuro encontro, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou que Moscou espera que Washington reveja os seus erros passados antes da reunião, acrescentando que a Rússia está aberta a um "diálogo franco".

As relações bilaterais se deterioraram recentemente devido a uma série de acusações contra Moscou, incluindo alegações de ciberataques e interferência nas eleições dos EUA.

A Rússia refuta todas as acusações infundadas, enquanto também introduziu medidas de resposta similares após as sanções antirrussas impostas por Washington.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала