FOTOS revelam 'estranho mundo' semelhante a Marte na África Ocidental

© Foto / ESA/NASA–T. PesquetVista aérea do Olho do Saara, também conhecido como Estrutura de Richat, localizado na África Ocidental
Vista aérea do Olho do Saara, também conhecido como Estrutura de Richat, localizado na África Ocidental - Sputnik Brasil, 1920, 26.05.2021
Nos siga noTelegram
As imagens obtidas por um astronauta francês a partir da Estação Internacional mostram um mundo estranho de tonalidade ocre, que lembra a orografia de Marte.

O astronauta francês, Thomas Pesquet, da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), divulgou novas imagens do chamado "Olho do Saara", na África Ocidental, tiradas a mais de 400 quilômetros sobre a superfície da Terra a partir da Estação Espacial Internacional (EEI, na sigla em inglês).

© Foto / Twitter de Thomas PesquetVista a partir do espaço da formação geológica conhecida como "Olho do Saara", localizada na África Ocidental.
Vista a partir do espaço da formação geológica conhecida como Olho do Saara, localizada na África Ocidental - Sputnik Brasil
1/4
Vista a partir do espaço da formação geológica conhecida como "Olho do Saara", localizada na África Ocidental.
© Foto / Twitter de Thomas PesquetFoto do deserto do Saara captada pelo astronauta Thomas Pesquet.
Foto do deserto do Saara captada pelo astronauta Thomas Pesquet - Sputnik Brasil
2/4
Foto do deserto do Saara captada pelo astronauta Thomas Pesquet.
© Foto / Twitter de Thomas PesquetVista deslumbrante da Estrutura de Richat.
Vista deslumbrante da Estrutura de Richat - Sputnik Brasil
3/4
Vista deslumbrante da Estrutura de Richat.
© Foto / NASA/T. PesquetUma montagem feita com imagens mostrando a Estrutura de Richat.
Uma montagem feita com imagens mostrando a Estrutura de Richat - Sputnik Brasil
4/4
Uma montagem feita com imagens mostrando a Estrutura de Richat.
1/4
Vista a partir do espaço da formação geológica conhecida como "Olho do Saara", localizada na África Ocidental.
2/4
Foto do deserto do Saara captada pelo astronauta Thomas Pesquet.
3/4
Vista deslumbrante da Estrutura de Richat.
4/4
Uma montagem feita com imagens mostrando a Estrutura de Richat.

Ao divulgar as imagens, o astronauta ressaltou a semelhança da formação com a superfície de Marte devido a sua cor avermelhada e alaranjada, bem como a profunda fenda representada em seu centro.

"Não há nuvens, porém, as cores vermelho e ocre se estendem até o horizonte [...]. Pensei que estava orbitando Marte quando contemplei esta vista", afirmou Pesquet.

A Estrutura de Richat, como o fenômeno é chamado oficialmente, tem aproximadamente 50 quilômetros de diâmetro e foi descoberta em 1965 pelos astronautas da NASA James McDivit e Edward White, durante a missão espacial Gemini 4.

A hipótese inicial do surgimento desta enigmática formação geológica no centro de Mauritânia indicava o impacto de um meteorito que caiu na Terra há centenas de anos.

No entanto, os estudos revelaram que a origem da estrutura é totalmente geológica, e que foi resultado da erosão ao longo de milhões de anos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала