Tribunal russo multa Google em mais US$ 82 mil por não excluir conteúdo proibido

© REUTERS / Toby MelvilleNome do Google na oficina em Londres
Nome do Google na oficina em Londres - Sputnik Brasil, 1920, 25.05.2021
Nos siga noTelegram
Nesta terça-feira (25), tribunal russo multou o gigante de tecnologia Google em US$ 82 mil (R$ 430 mil) por não exclusão de conteúdo ilegal, informou à Sputnik o serviço da imprensa do tribunal.

"A empresa foi reconhecida culpada por ter cometido violação administrativa, e submetida à multa administrativa de dois milhões de rublos [US$ 27,3 mil ou R$ 145 mil] [por protocolo]", segundo o tribunal.

Mais duas decisões análogas foram tomadas hoje cedo, totalizando a multa em uma quantia de seis milhões de rublos.

Todos os protocolos foram elaborados com base no artigo do Código Administrativo russo de não exclusão pelo proprietário do site ou dono do recurso informático de informação ou página da Internet.

Anteriormente, o Serviço Federal de Defesa dos Direitos dos Consumidores e Bem-Estar Humano (Rospotrebnadzor) ameaçou desacelerar o tráfego dos serviços do Google por causa de exclusão insuficiente de materiais com informações proibidas na Rússia.

Segundo Rospotrebnadzor, cerca de cinco mil materiais proibidos não foram excluídos do YouTube, sendo 3,5 mil apelos a extremismo.

O tribunal russo já multou o Google em 700 mil, 1,5 milhão e três milhões de rublos (R$ 50,6 mil, 110 mil e 220 mil reais, respectivamente). Todas as multas foram pagas pelo gigante tecnológico.

Mais cinco protocolos contra o Google estão marcados para 1º de junho.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала