Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ante crise humanitária em Gaza, EUA querem 'segurança igual' para Israel e palestinos

© REUTERS / Suhaib SalemMenino segura vela no local onde uma casa foi destruída por ataques aéreos israelenses, em Gaza em 23 de maio de 2021
Menino segura vela no local onde uma casa foi destruída por ataques aéreos israelenses, em Gaza em 23 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2021
Nos siga no
O presidente dos EUA saudou o cessar-fogo alcançado entre Israel e o Hamas, ressaltando que palestinos e israelenses "merecem igualmente" viver com segurança, desfrutando de "medidas iguais de liberdade".

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, atribuiu à "diplomacia implacável, determinada, mas silenciosa" da administração do presidente norte-americano Joe Biden a mediação do cessar-fogo incondicional entre Israel e o Hamas, que entrou em vigor em 21 de maio.

Blinken afirmou também que Biden está comprometido com uma solução de dois Estados entre Israel e os palestinos, acrescentando que reparar os danos estruturais em Gaza e lidar com a crise humanitária decorrente do recente surto de violência é o mais importante para a administração.

© REUTERS / Leah MillisO secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, durante reunião.
Ante crise humanitária em Gaza, EUA querem 'segurança igual' para Israel e palestinos - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2021
O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, durante reunião.
"Presidente Biden deixou muito claro que continua comprometido com uma solução de dois Estados […]. Veja, em última análise, é a única maneira de garantir o futuro de Israel como um Estado judeu e democrático e, é claro, a única maneira de dar aos palestinos o Estado a que têm direito. É para onde devemos ir", afirmou no domingo (23) Blinken durante entrevista à emissora ABC News.

O secretário de Estado dos EUA continuou: "Mas isso, eu acho, não é algo necessariamente para hoje […]. Precisamos começar a criar as condições que permitiriam que ambos os lados se engajassem de maneira significativa e positiva em relação aos dois Estados".

Conflito Israel-Palestina

A recente escalada de confrontos entre Israel e Hamas teve início na noite de 11 de maio, o Hamas lançou inúmeros foguetes contra o Estado judeu que, em resposta, bombardeou centenas de alvos na Faixa de Gaza com mísseis e artilharia. Na sexta-feira (21) o Egito e o Qatar mediaram um cessar-fogo entre Israel e o Hamas.

© REUTERS / Mohammed SalemInterior do prédio que abrigava mídias internacionais destruído após bombardeio isralense, 15 de maio de 2021
Ante crise humanitária em Gaza, EUA querem 'segurança igual' para Israel e palestinos - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2021
Interior do prédio que abrigava mídias internacionais destruído após bombardeio isralense, 15 de maio de 2021

Abordando a situação atual nas áreas que mais sofreram com a recente conflagração, que já deixou 243 palestinos e 13 israelenses mortos, o secretário de Estado dos EUA reforçou que israelenses e palestinos precisam viver com segurança e dignidade.

"Isso tem que começar agora, lidando com a grave situação humanitária em Gaza. Em seguida, reconstrução, reconstruindo o que foi perdido. E, criticamente, envolver os dois lados na tentativa de começar a fazer melhorias reais nas vidas das pessoas para que israelenses e palestinos possam viver com medidas iguais de segurança, paz e dignidade".

Blinken acrescentou que o grupo militante palestino Hamas "não trouxe nada além de ruína ao povo palestino".

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала