Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Tragédia em maratona extrema: frio mata 21 pessoas na China

© AP Photo / Eugene HoshikoAmbulância chinesa
Ambulância chinesa - Sputnik Brasil, 1920, 23.05.2021
Nos siga no
Em uma das tragédias mais mortais da história das maratonas chinesas, 21 pessoas foram confirmadas como mortas neste domingo (23) devido ao frio extremo em uma corrida de montanha de 100 quilômetros realizada na província de Gansu.

O incidente aconteceu no noroeste da China na madrugada de ontem (22), e levou à óbito dois dos melhores corredores de longa distância (modalidade cross country) do país.

De todos os 172 participantes da corrida, 151 foram confirmados em segurança, com oito hospitalizados, enquanto 21 foram encontrados mortos, informou o Global Times. Os números são uma atualização dos dados revelados ontem (22).

​Floresta da Pedra do Rio Amarelo. Jingtai. Baiyin. Gansu. China. Frio intenso durante a ultramaratona. 21 mortos.

Entre os 21 mortos, há muitos nomes conhecidos nas corridas em trilha na China. Segundo a publicação, alguns especialistas falam no dia "mais escuro da história da corrida em trilhas".

O governo de Gansu formou uma equipe para uma investigação sobre a causa do incidente. A opinião pública chinesa especula se houve adoção de medidas de proteção para os corredores, e se os planos de resposta para emergências são adequados.

21 mortos em uma ultramaratona em Jingtai, em Gansu, na China, por uma mudança repentina de tempo.

O evento foi realizado por três vezes no passado, sem nenhum incidente. O inesperado clima extremo deste ano, incluindo ventos fortes e chuva, é visto como a causa direta da tragédia que ocorreu na maratona. Como o tempo mudou repentinamente, a temperatura na montanha caiu drasticamente para quase 0 grau Celsius.

O tempo extremamente frio causou desconforto e hipotermia entre os maratonistas, resultando em perda de comunicação e suspensão da prova. As autoridades locais imediatamente organizaram várias forças de resgate para procurá-los. Mais de 700 pessoas foram enviadas para a operação e um centro de comando foi montado.

​Dezesseis pessoas [os números foram atualizados para 21] foram encontradas mortas e cinco outras estão desaparecidas em uma maratona local em Jingtai, província de Gansu, no noroeste da China, depois que condições climáticas extremas, incluindo granizo e vento forte, atingiram a área. As tropas foram enviadas e os trabalhos de resgate estão em andamento.

De acordo com as recordações de alguns corredores, a parte mais difícil do percurso foi do ponto de verificação dois ao ponto três. Este trecho tinha uma distância de oito quilômetros e uma subida de 1.000 metros, com muitos trechos eram íngremes.

"Como era impossível chegar ao ponto três com uma motocicleta, os organizadores não forneceram nenhum material. Os competidores não puderam nem fazer uma pausa, nem mesmo desistir da corrida aqui", afirma um especialista ouvido pelo Global Times.

Os relatórios indicam que a maioria dos participantes que morreram, foram a óbito neste segmento do percurso, dado que outros corredores relataram hipotermia na trilha.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала