Conselho Ártico: Rússia e EUA defendem paz e cooperação na região

© Sputnik / Assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia / Abrir o banco de imagensMinistro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, durante reunião fora do programa do Conselho Ártico em Reykjavik, 19 de maio de 2021
Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, durante reunião fora do programa do Conselho Ártico em Reykjavik, 19 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 20.05.2021
Nos siga noTelegram
A Rússia iniciou sua presidência do Conselho Ártico por dois anos. Discursando na reunião dos Estado-membros do conselho, foi revelado que a Rússia e os EUA defendem a paz e cooperação na região. Moscou apelou ao diálogo entre os países árticos na área militar.

Na quinta-feira (20), durante a reunião em Reykjavik, a presidência no Conselho Ártico passou da Islândia à Rússia por dois anos. Discursando na reunião, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, declarou que Moscou está disposta a organizar a cúpula do Conselho Ártico durante sua presidência.

Moscou considera o Ártico uma região de "paz, estabilidade e cooperação construtiva". A Rússia acredita que é importante estender as relações positivas dos países do Conselho Ártico até a esfera militar e melhorar o diálogo neste âmbito, disse o chanceler russo.

"Estou seguro que apenas através de cooperação é possível garantir a prosperidade do Ártico. É importante estender as relações positivas dos Estados-membros do Conselho Ártico também para a esfera militar, do que falamos por mais de uma vez, principalmente através do restabelecimento do diálogo multilateral dos países árticos pela linha dos estados-maiores das Forças Armadas", segundo Lavrov.

Os Estados Unidos acolhem com satisfação a presidência russa do Conselho Ártico e esperam a implementação do plano estratégico recentemente aprovado em cooperação com a Rússia e outros Estados-membros, afirmou o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, no âmbito da reunião.

Os Estados Unidos defendem a paz na região ártica, afirmando que o Ártico deve ser livre de conflitos. Os EUA fornecerão até US$ 1 milhão (R$ 5,3 milhões) para apoiar o trabalho de proteção do clima e do ambiente do Conselho Ártico, anunciou Blinken.

"Estamos empenhados em promover uma região pacífica do Ártico onde prevalece a cooperação sobre o clima, ambiente, ciência e segurança, e onde o desenvolvimento econômico sustentável beneficia os próprios povos da região", disse Blinken.

O Conselho Ártico foi estabelecido em 1996, sendo um fórum intergovernamental de alto nível para garantir a cooperação na região. Ele é composto por oito países: Canadá, Dinamarca, Estados Unidos, Finlândia, Islândia, Noruega, Rússia e Suécia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала