Lockheed Martin amplia produção de caças F-16 e exportará para Taiwan

© REUTERS / Thaier Al-SudaniEm Balad, no Iraque, soldados observam um caça F-16 em base militar dos Estados Unidos durante uma cerimônia de entrega das aeronaves, em 20 de julho de 2015
Em Balad, no Iraque, soldados observam um caça F-16 em base militar dos Estados Unidos durante uma cerimônia de entrega das aeronaves, em 20 de julho de 2015 - Sputnik Brasil, 1920, 18.05.2021
Nos siga noTelegram
A empresa norte-americana Lockheed Martin abriu uma linha de produção no estado da Carolina do Sul para construir novos caças de combate F-16 para atender a uma nova demanda dos aliados dos Estados Unidos, incluindo Taiwan e Bahrein.

A informação foi publicada nesta terça-feira (18) pela Força Aérea dos EUA.

"Para apoiar a crescente demanda por novos F-16 Fighting Falcon de nações parceiras, a Força Aérea dos Estados Unidos se uniu à Lockheed Martin Corp. para abrir uma nova linha de produção para construir o caça F-16 Block 70/72 nas instalações da empresa em Greenville, na Carolina do Sul", disse o serviço de notícias da Força Aérea norte-americana.

Lançada em 2019, a fábrica é agora a única unidade de produção de caças F-16 no mundo, tendo sido inaugurada três anos depois do encerramento das atividades da antiga linha de produção, em Fort Worth, no estado do Texas.

© Sputnik / Aleksei Vitvitsky / Abrir o banco de imagensCaças F-16 turcos e poloneses durante voos de demonstração das equipes da OTAN
Lockheed Martin amplia produção de caças F-16 e exportará para Taiwan - Sputnik Brasil, 1920, 18.05.2021
Caças F-16 turcos e poloneses durante voos de demonstração das equipes da OTAN
"Recentemente, e em nome de cinco parceiros militares estrangeiros, a Força Aérea concedeu à Lockheed Martin Corp. aproximadamente US$ 14 bilhões [cerca de R$ 73 bilhões] para construir 128 caças F-16 nas instalações [da Carolina do Sul] até 2026", acrescentou a Força Aérea dos EUA.

A expectativa é de que os primeiros F-16 saiam da linha de produção em 2022. O ritmo de produção deve aumentar após o primeiro ano. A aeronave será entregue a países parceiros militares dos EUA, incluindo Bahrein, Eslováquia, Bulgária, Taiwan e outros.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала