Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

MRE da Rússia: atividade russa no Ártico é 'válida e legítima' e a da OTAN gera questões

© Foto / Marinha dos EUAMarinhas dos EUA e do Reino Unido realizam exercícios marítimos conjuntos no Ártico (foto de arquivo)
Marinhas dos EUA e do Reino Unido realizam exercícios marítimos conjuntos no Ártico (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2021
Nos siga no
A atividade da Rússia no Ártico é "válida e legítima", enquanto as ações da OTAN na região geram questões, afirmou o chanceler russo. Lavrov propôs reinício das reuniões regulares dos chefes de Defesa dos Estados-membros do Conselho Ártico.

Nesta segunda-feira (17), o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, afirmou durante coletiva de imprensa após reunião com seu homólogo de Serra Leoa, David John Francis, que tudo que a Rússia faz no Ártico é válido e legítimo.

"Há muito tempo, todos sabem muito bem que é nosso território, nossa terra. Somos responsáveis por garantir que nossa costa ártica seja segura, e tudo o que nosso país faz lá é absolutamente válido e legítimo", segundo o chefe do MRE russo.

Já a atividade da OTAN na região gera muitas questões, ponderou Lavrov. Moscou pretende discutir este assunto durante o Conselho Ártico em Reykjavik, Islândia.

"No entanto, quando a OTAN tenta justificar sua ofensiva ao Ártico, isso já é, provavelmente, outra situação. Neste caso temos perguntas a nossos vizinhos tal como a Noruega, por exemplo", disse o chanceler russo.

Lavrov propôs retornar às reuniões regulares dos chefes de Defesa dos Estados-membros do Conselho Ártico para maior previsibilidade e diminuição de riscos militares.

"Este mecanismo funcionou, mas há cerca de sete anos nossos colegas ocidentais decidiram congelá-lo. Então se decidiram congelar, não fiquem chateados por não termos diálogo, não concluímos o diálogo", afirmou o chanceler russo.

Lavrov informou que a Rússia retomou as propostas para que o mecanismo seja recuperado. Na primeira fase seria possível realizar uma reunião a nível de especialistas militares dos oito Estados-membros do Conselho Ártico, de acordo com o chanceler.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала