Mais de 1.330 palestinos ficaram feridos após ataques de Israel, afirma organização humanitária

© REUTERS / Mohammed SalemPalestinos fogem de suas casas durante ataques aéreos israelenses, no norte da Faixa de Gaza, em 14 de maio de 2021
Palestinos fogem de suas casas durante ataques aéreos israelenses, no norte da Faixa de Gaza, em 14 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 15.05.2021
Nos siga noTelegram
A organização humanitária Crescente Vermelho informou, neste sábado (15), que mais de 1.330 palestinos já ficaram feridos durante a escalada contínua das tensões com Israel.
"A equipe do Crescente Vermelho prestou assistência médica a 1.334 palestinos feridos em consequência de ataques do Exército israelense nos territórios palestinos ocupados, que estão ocorrendo pelo oitavo dia consecutivo", relatou a organização internacional humanitária.

​Na Cisjordânia, 892 palestinos foram feridos por gás lacrimogêneo usado pelos policiais israelenses, 233 por balas de borracha e 171 por projéteis. Outros 38 sofreram queimaduras e ferimentos.

Na Faixa de Gaza, 101 pessoas ficaram feridas após ataques aéreos israelenses.

O Crescente Vermelho denunciou ainda que as Forças de Defesa de Israel (FDI) tentavam evitar que os palestinos feridos recebessem assistência, descrevendo o ato como uma "flagrante violação do direito internacional humanitário".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала