Santa pirata: museu espanhol descobre que alegada obra centenária não era autêntica (FOTOS)

© Sputnik / Elena Shesternina / Abrir o banco de imagensMuseu Nacional do Prado, na capital espanhola Madri
Museu Nacional do Prado, na capital espanhola Madri - Sputnik Brasil, 1920, 14.05.2021
Nos siga noTelegram
Especialistas do Museu Nacional do Prado, na capital espanhola Madri, descobriram que uma de suas esculturas que pensavam pertencer ao século XV era, afinal, do século XX.

A escultura em causa é a estátua da Virgem Oradora Entronizada, que foi adquirida em 1971 pelo Patronato Nacional de Museus da Espanha, sendo posteriormente confiada ao Museus do Prado. Esta obra teria sido, então, catalogada como uma peça medieval pertencente a uma escola espanhola dessa época.

No entanto, em 2017, quando se iniciaram os trabalhos de limpeza e restauração da estrutura da virgem, foram detectados alguns defeitos, conforme conta o site oficial do museu.

Museu do Prado descobre que Virgem Oradora Entronizada, escultura datada do século XV, é na verdade do século XX

"Foi observada falta de qualidade na execução da obra, do ponto de vista da policromia, da qualidade do material escolhido e da forma em como foi esculpida", informaram restauradores do Museu do Prado, citados pelo site Perspectivas.

À medida que a limpeza da estátua progredia, os defeitos apontados foram se tornando cada vez mais evidentes, levando à confirmação das suspeitas do museu de que a Virgem Oradora Entronizada não era, afinal, uma obra autêntica.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала