Bombardeiro B-52 dos EUA realiza lançamento simulado de míssil hipersônico

© Foto / Sgt. técnico Emerson NuñezUm bombardeiro B-52 Stratofortress da Força Aérea dos EUA se afasta de um KC-135 da 100ª Ala de reabastecimento aéreo, no Reino Unido, após receber abastecimento durante uma missão do bombardeiro estratégico no dia 7 de maio de 2020
Um bombardeiro B-52 Stratofortress da Força Aérea dos EUA se afasta de um KC-135 da 100ª Ala de reabastecimento aéreo, no Reino Unido, após receber abastecimento durante uma missão do bombardeiro estratégico no dia 7 de maio de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 14.05.2021
Nos siga noTelegram
Um bombardeiro B-52 dos EUA completou o seu primeiro teste aéreo bem-sucedido de disparo de um míssil hipersônico durante os recentes jogos de guerra Northern Edge, no Alasca.

Em 5 de maio passado, durante um voo de ida e volta de mais de 13 horas entre a base aérea de Barksdale, no estado de Louisiana, e o Alasca, o bombardeiro estratégico testou a transmissão de dados e a detecção de alvos para o veículo hipersônico AGM-183 ARRW (Arma de Resposta Rápida de Lançamento Aéreo).

De acordo com a Força Aérea dos EUA, o bombardeiro estratégico B-52 conduziu com êxito um disparo simulado do míssil contra um alvo a 600 milhas náuticas de distância (mais de 1.100 quilômetros).

"A equipe fez um excelente trabalho ao realizar esta prova, tanto no planejamento quanto na execução", disse o tenente-coronel Matt Guasco, comandante do 49º Esquadrão de Testes e Avaliações.

"Esta é uma vitória para a Força Aérea dos EUA e para o Departamento de Defesa no seu conjunto, mas não se enganem, estamos apenas começando", acrescentou.
© Giancarlo CasemUm B-52H Stratofortress pertencente ao 419º Esquadrão de Testes de Voo passando por procedimentos de preparação de voo na Base Aérea de Edwards, Califórnia
Bombardeiro B-52 dos EUA realiza lançamento simulado de míssil hipersônico  - Sputnik Brasil, 1920, 14.05.2021
Um B-52H Stratofortress pertencente ao 419º Esquadrão de Testes de Voo passando por procedimentos de preparação de voo na Base Aérea de Edwards, Califórnia

O lançamento simulado de um míssil ARRW ocorre cerca de um mês após o fracasso dos primeiros testes desta arma hipersônica ao largo da costa do sul da Califórnia. Não está claro exatamente o que aconteceu durante esse teste fracassado, mas o protótipo AGM-183A "falhou no lançamento", ficando retido na aeronave, confirmou a Força Aérea na ocasião.

Os planos da Força Aérea norte-americana é ter uma arma operacional até 2022. O programa é uma das prioridades, já que a arma hipersônica baseada em impulso-planagem é de fácil desenvolvimento e produção.

A Rússia e a China estão desenvolvendo programas de armas hipersônicas e, recentemente, um caça russo de quinta geração realizou testes com protótipos funcionais de um novo míssil hipersônico.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала