Forças de Israel destroem gerador de energia próximo de casa do líder do Hamas

© AP Photo / Khalil HamraFumaça é vista saindo de um prédio destruído após ter sido bombardeado por Israel na cidade de Gaza, 12 de maio de 2021
Fumaça é vista saindo de um prédio destruído após ter sido bombardeado por Israel na cidade de Gaza, 12 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 13.05.2021
Nos siga noTelegram
Nesta quinta-feira (13), as Forças de Defesa de Israel destruíram um gerador de energia próximo da casa do líder do Hamas.

As Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) bombardearam a casa do chefe do bureau político do Hamas, Ismail Haniyeh, na Faixa de Gaza, destruindo um gerador de energia próximo de sua casa.

Segundo relatos, o chefe do bureau político do movimento não estava em sua casa no momento do bombardeio.

Os conflitos entre o Hamas e as forças militares de Israel têm se intensificado nos últimos dias, com mais de 1.600 foguetes lançados da Faixa de Gaza contra o Estado judeu.

Nesta terça-feira (11), o Hamas informou que o comandante militar do movimento na cidade de Gaza, Bassem Issa, foi morto pelas forças israelenses durante os ataques aéreos contra o enclave.

As autoridades israelenses afirmam ter matado outros 16 membros da ala militar do Hamas durante seus ataques nesta quarta-feira (12).

A intensificação dos confrontos entre israelenses e palestinos ocorrida nos últimos dias tem origem em, pelo menos, dois acontecimentos: primeiro, as acusações contra as autoridades israelenses, que não estariam deixando os palestinos muçulmanos conduzirem suas celebrações do Ramadã junto da Porta de Damasco, em Jerusalém Oriental, perto da mesquita de Al-Aqsa; em segundo lugar, a decisão de um tribunal israelense de despejar várias famílias palestinas do bairro Sheikh Jarrah, também em Jerusalém Oriental, para que novos moradores israelenses viessem a morar no local.

Os violentos conflitos já tiraram vidas de ambos os lados, com pelo menos seis israelenses mortos e mais de 200 feridos e, segundo as autoridades palestinas, cerca de 67 palestinos mortos e várias centenas de feridos em Gaza.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала