Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Forças de Defesa de Israel dizem que suas unidades de terra e ar estão atacando Gaza

© REUTERS / Amir CohenUma unidade móvel de artilharia israelense dispara perto da fronteira entre Israel e Faixa de Gaza, em 12 de maio de 2021
Uma unidade móvel de artilharia israelense dispara perto da fronteira entre Israel e Faixa de Gaza, em 12 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 13.05.2021
Nos siga no
Unidades aéreas e terrestres das Forças de Defesa de Israel (FDI) estão atacando a Faixa de Gaza.
"Agora há pouco, caças das Forças de Defesa de Israel atacaram o prédio da sede da segurança interna e o depósito de armas pertencentes à organização Hamas", informou as FDI em sua conta no Twitter.

O documento acrescenta que na sede funcionava o gabinete do chefe do serviço de segurança interna da cidade de Rafah e de outras unidades.

​As tropas aéreas e terrestres das FDI estão no momento atacando a Faixa de Gaza.

As FDI pediram que todos cidadãos israelenses que vivem em um raio de aproximadamente 4 km da Faixa de Gaza entrem em abrigos antiaéreos até novo aviso.

"Eu disse que o Hamas pagaria um preço muito alto. Estamos cobrando esse preço e continuaremos a cobrar de forma mais intensa. A última palavra ainda não foi dita e essa operação continuará pelo tempo que for necessário", disse o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu em comunicado.

Após confrontos entre palestinos e policiais israelenses em Jerusalém Oriental, que eclodiram na semana passada, o movimento islâmico Hamas começou a disparar projéteis contra Israel na noite de 11 de maio.

De acordo com dados do Exército israelense, cerca de 1.750 foguetes foram lançados até o momento, muitos dos quais foram neutralizados pelo sistema antiaéreo Cúpula de Ferro de Israel. No entanto, o lançamento do foguete deixou um militar e seis civis israelenses mortos.

Israel, em resposta, atacou 600 alvos militares do Hamas e da Jihad Islâmica na Faixa de Gaza. Como resultado, de acordo com as autoridades do enclave, 103 palestinos foram mortos e 580 feridos, e mais de 4.000 edifícios foram danificados.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала