Farmacêutica russa começa fabricação da vacina da AstraZeneca para exportação

© REUTERS / Dado RuvicFrascos da vacina AstraZeneca e seringa em frente do logotipo da AstraZeneca em 10 de março de 2021
Frascos da vacina AstraZeneca e seringa em frente do logotipo da AstraZeneca em 10 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 13.05.2021
Nos siga noTelegram
Farmacêutica R-Pharm fornece suas capacidades de fabricação para lançar em junho o primeiro lote da vacina da AstraZeneca para exportação.

A farmacêutica russa R-Pharm pretende fabricar para exportação o primeiro lote da vacina contra a COVID-19 sob a licença da Universidade de Oxford e da AstraZeneca, informou o diretor executivo da empresa russa, Vasily Ignatiev.

"Estamos nos preparando para lançar em junho o primeiro lote da vacina [...] Todo o volume a ser produzido na Rússia, em nossas capacidades de produção, sendo algumas centenas de milhares de vacinas mensalmente, será para exportação", segundo Ignatiev.

O fundador e o presidente do conselho de administração da R-Pharm, Aleksei Repik, informou em julho de 2020 sobre o acordo com a AstraZeneca para fabricação do medicamento para prevenção da COVID-19.

Foi revelado que R-Pharm forneceria suas capacidades técnicas e seria um centro de conexão para as entregas da vacina para 30-50 países. Entre os países estão os do Oriente Médio, Sudeste da Ásia e Europa.

Por sua vez, em dezembro de 2020, o Centro Gamaleya, a AstraZeneca, o Fundo Russo de Investimentos Diretos e a R-Pharm assinaram um memorando de colaboração. O documento estabelece a cooperação em desenvolvimento e realização do programa de ensaios clínicos para avaliar o uso combinado de um componente da vacina Sputnik V e de outro componente da AZD1222, desenvolvida pela AstraZeneca junto com a Universidade de Oxford. O estudo de combinação começou em fevereiro de 2021.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала