Documento judicial aponta dívida pendente de US$ 756 do premiê britânico, informa mídia

© AP Photo / Kirsty WigglesworthEm Londres, no Reino Unido, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, deixa a residência oficial em direção ao parlamento, em 3 de março de 2021
Em Londres, no Reino Unido, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, deixa a residência oficial em direção ao parlamento, em 3 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 12.05.2021
Nos siga noTelegram
O premiê britânico, Boris Johnson, cujas finanças pessoais se destacaram após a renovação de seu apartamento na famosa Downing Street, tem uma dívida de £ 535 (cerca de US$ 756 ou R$ 4 mil).

O documento judicial, datado de 26 de outubro de 2020, não revelou a identidade de uma outra pessoa também envolvida no caso da dívida, de acordo com a agência Reuters.

Nas últimas semanas, as finanças do primeiro-ministro britânico têm estado sob um escrutínio rigoroso, com as autoridades eleitorais investigando o financiamento das obras de remodelação de seu apartamento.

De igual modo, o Parlamento britânico também se encontra investigando as declarações de Johnson relativas a uma viagem ao exterior financiada por doações.

A sentença do tribunal de comarca é emitida quando alguém apresenta uma reclamação e os juízes decidem que o dinheiro precisa ser pago. O registro desses julgamentos é usado por bancos e outras instituições financeiras para determinarem a classificação de crédito de um indivíduo.

Por agora, o gabinete de Boris Johnson ainda não respondeu a solicitações de comentários.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала