Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Novo navio anfíbio da China participa de exercícios formando 'parceria poderosa' com outros (VÍDEO)

© Foto / Domínio públicoNavio de desembarque anfíbio multiuso da classe Type 071 da Marinha da China
Navio de desembarque anfíbio multiuso da classe Type 071 da Marinha da China - Sputnik Brasil, 1920, 09.05.2021
Nos siga no
Espera-se que o Qilianshan, que entrou em serviço há menos de seis meses e pertence ao Type 071, possa cooperar com os Type 075 para permitir às tropas tanto desembarque vertical como horizontal.

Um navio anfíbio de desembarque da China, o oitavo da classe Type 071, participou de exercícios, informa na quinta-feira (6) o jornal Global Times.

A mídia citou a Rádio Nacional da China como relatando na quinta-feira (6) que o navio, o Qilianshan, adquiriu múltiplas capacidades operacionais para realização de ataques contra outros navios e terra, assim como defesa antiaérea e desembarque de tropas.

Durante os exercícios realizados com outro navio da mesma classe, o Wuzhishan, em águas desconhecidas, o Qilianshan treinou a aquisição de alvos, disparo das armas principais e sistemas de armas de proximidade, implantação de contramedidas de fumaça, segundo mostra o vídeo.

"Continuaremos mantendo alta intensidade de treinamento, seguindo desafios e competindo com outros navios amigos para melhorarmos juntos", disse Li Yizhen, capitão do Qilianshan. Trata-se dos primeiros exercícios publicamente revelados com a participação desse navio.

Segundo o jornal, os navios Type 071 são adequados para a realização de desembarques horizontais, tendo um deslocamento de 25.000 toneladas, e são dos navios-doca de desembarque anfíbio mais avançados do mundo. Já os navios Type 075, também criados recentemente, são compatíveis com aviões com aterrissagem vertical e podem formar uma "parceria poderosa" com os Type 071 para desembarcar tropas e fornecer apoio de fogo, destacou um especialista ao Global Times.

O Qilianshan entrou em serviço há menos de seis meses, tendo o Global Times referido novembro de 2020 a primeira data em que foi revelado ao público pela Televisão Central da China (CCTV, na sigla em inglês). Ele e o Wuzhishan estão ao serviço do Comando do Teatro do Sul da Marinha da China.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала