BioNTech afirma estar pronta para reduzir os preços das vacinas para países mais pobres

© REUTERS / Marko DjuricaHomem recebe segunda dose da vacina da Pfizer/BioNTech contra a doença a COVID-19 em Belgrado, Sérvia, 13 de abril de 2021
Homem recebe segunda dose da vacina da Pfizer/BioNTech contra a doença a COVID-19 em Belgrado, Sérvia, 13 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 08.05.2021
Nos siga noTelegram
A empresa alemã de biotecnologia BioNTech, co-fabricante da vacina Pfizer contra a COVID-19, manifestou a sua disposição de negociar preços mais baixos para os países mais pobres.

De acordo com um porta-voz da empresa, citado pela agência DPA, a BioNTech planeja fornecer vacinas aos países mais pobres a "um preço que não visa o lucro".

Ao mesmo tempo, a empresa discordou que a proposta de quebra de patentes seria eficaz para conter a pandemia e insistiu que a melhor estratégia é expandir a capacidade de produção de medicamentos.

"Para conseguir isso, governos, fabricantes e organizações internacionais e nacionais devem trabalhar juntos para apoiar o abastecimento de países de baixa e média baixa renda a partir dos locais de produção existentes e ajudar a identificar novos locais certificados", disse o porta-voz da BioNTech.
© REUTERS / Stephane MaheFrascos da vacina da Pfizer/BioNTech contra a COVID-19 em um freezer em Le Mans, na França, em 14 de janeiro de 2021
BioNTech afirma estar pronta para reduzir os preços das vacinas para países mais pobres - Sputnik Brasil, 1920, 08.05.2021
Frascos da vacina da Pfizer/BioNTech contra a COVID-19 em um freezer em Le Mans, na França, em 14 de janeiro de 2021

O porta-voz enfatizou que a proteção de propriedade intelectual "não é o fator limitante para a produção ou fornecimento de nossa vacina". De acordo com o representante, as patentes garantem que os requisitos de qualidade, segurança e eficácia da vacina sejam atendidos.

O governo do presidente dos EUA, Joe Biden, no início da semana, expressou apoio à ideia de renunciar temporariamente às proteções de propriedade intelectual para as vacinas contra a COVID-19 e prometeu discutir o assunto na Organização Mundial do Comércio (OMC).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала