- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 28 de abril

© AP Photo / Eraldo PeresManifestantes protestam com um boneco gigante do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em frente à Anvisa
Manifestantes protestam com um boneco gigante do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em frente à Anvisa - Sputnik Brasil, 1920, 28.04.2021
Nos siga noTelegram
Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha as notícias mais relevantes desta quarta-feira (28), marcada pela recusa da Anvisa em liberar a vacina ButanVac, pela CPI da Covid e pela queda livre pandêmica do Brasil.

Em queda livre pandêmica, Brasil chega a 395 mil mortes

De acordo com o mais recente balanço, a média móvel de mortes no Brasil na última semana chegou a 2.399, ficando abaixo de 2.400 pela primeira vez depois de mais de um mês. O total de casos confirmados de coronavírus chegou a 14.446.541. A média móvel de mortes pelo coronavírus no Brasil está acima da marca de mil óbitos há 97 dias. São 42 dias com a média acima de duas mil mortes diárias. De acordo com dados da terça-feira (27), 30.259.475 de pessoas já receberam a primeira dose de imunizante contra a doença, representando 14,29% da população brasileira. A segunda dose foi aplicada em 13.989.783, o que representa 6,61% da população.

© AP Photo / Andre PennerMoradores mantendo distanciamento social enquanto esperam alimentos doados pelo G10 Favelas, contra a pandemia da COVID-19 em Capão Redondo, São Paulo, 26 de abril de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 28 de abril - Sputnik Brasil, 1920, 28.04.2021
Moradores mantendo distanciamento social enquanto esperam alimentos doados pelo G10 Favelas, contra a pandemia da COVID-19 em Capão Redondo, São Paulo, 26 de abril de 2021

Anvisa não libera testes da vacina do ButanVac por falta de dados

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pediu mais dados ao Instituto Butantan sobre a ButanVac na terça-feira (27) antes de liberar a realização de testes clínicos da vacina com humanos. A Anvisa considerou na terça-feira que a solicitação do Butantan para a liberação dos testes da vacina não atendia aos requisitos técnicos necessários. O Instituto Butantan, por sua vez, afirmou em nota que "manterá contato com o órgão regulador para viabilizar os esclarecimentos necessários ao seguimento do processo de autorização dos estudos clínicos de fases um e dois da ButanVac".

© AFP 2022 / Miguel SchincariolGovernador de São Paulo, João Doria mostra a vacina ButanVac contra a COVID-19, desenvolvida pelo Instituto Butantan, em São Paulo, 26 de março de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 28 de abril - Sputnik Brasil, 1920, 28.04.2021
Governador de São Paulo, João Doria mostra a vacina ButanVac contra a COVID-19, desenvolvida pelo Instituto Butantan, em São Paulo, 26 de março de 2021

CPI da Covid pode chegar à Anvisa

Segundo uma publicação do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, poucas horas depois do veto da Anvisa à importação da vacina russa Sputnik V, um grupo de parlamentares independentes e de oposição da CPI pediu que as divergências entre a Anvisa, Sputnik V e governadores sejam levadas com "urgência" ao colegiado. A convocação de Antonio Barra Torres tem como objetivo entender quais as dificuldades de aprovação do pedido. A análise dos diretores justificou o posicionamento contrário ao imunizante russo alegando falta de dados e risco de doenças por falha na fabricação.

© Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilMarcus Miranda, o diretor-presidente substituto, Antonio Barra e a coordenadora de infraestrutura e meio de transporte da gerência geral de portos, aeroportos e fronteiras da Anvisa, Viviane Vilella
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 28 de abril - Sputnik Brasil, 1920, 28.04.2021
Marcus Miranda, o diretor-presidente substituto, Antonio Barra e a coordenadora de infraestrutura e meio de transporte da gerência geral de portos, aeroportos e fronteiras da Anvisa, Viviane Vilella

Biden promete retorno à vida 'normal' até 4 de julho nos EUA

Na terça-feira (27), o presidente norte-americano, Joe Biden, prometeu para a semana que vem um plano governamental para tornar a vida nos Estados Unidos "mais próxima do normal" em meio à pandemia da COVID-19. A promessa de Biden veio em uma entrevista coletiva e aponta o dia em que se comemora a independência dos EUA, 4 de julho, como data para a concretização do plano. O democrata destacou que dois terços dos idosos dos EUA estão totalmente vacinados contra o novo coronavírus e disse que o número de casos e mortes diminuiu drasticamente no país. Biden destacou ainda que cerca de 215 milhões de doses de vacinas contra a COVID-19 foram administradas nos EUA desde 20 de janeiro, quando ele assumiu o cargo. Biden também ressaltou que as pessoas totalmente vacinadas podem seguramente participar de atividades ao ar livre sem a necessidade de usar máscara.

© AFP 2022 / Brendan SmialowskiPresidente dos EUA, Joe Biden discursa sobre a pandemia da COVID-19 durante evento em frente à Casa Branca, 27 de abril de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 28 de abril - Sputnik Brasil, 1920, 28.04.2021
Presidente dos EUA, Joe Biden discursa sobre a pandemia da COVID-19 durante evento em frente à Casa Branca, 27 de abril de 2021

Jornalistas são mortos em Burkina Faso

Dois jornalistas espanhóis e um irlandês desaparecidos na segunda-feira (26) em sequência de uma emboscada armada no leste de Burkina Faso foram assassinados, informam duas fontes de segurança deste país africano. Até agora, ninguém reivindicou a responsabilidade pelo ataque que ocorreu em uma estrada que leva à vasta reserva florestal de Pama. O agravamento da violência em Burkina Faso levou a uma das crises de deslocamento em desenvolvimento mais rápido do mundo, alertam Nações Unidas.

© AFP 2022 / Sia KambouForças de Segurança de Burkina Faso patrulham após o sequestro de três estrangeiros, que acabaram sendo assassinados, 27 de abril de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta quarta-feira, 28 de abril - Sputnik Brasil, 1920, 28.04.2021
Forças de Segurança de Burkina Faso patrulham após o sequestro de três estrangeiros, que acabaram sendo assassinados, 27 de abril de 2021
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала